Simples Decoração - Porque o bom é simples

Dicas

Revestimentos para pisos e paredes(2)-Pastilhas

As pastilhas estão em alta e se apresentam em tantos formatos e materiais, que resolvi começar nossa viagem pelos revestimentos por elas. Mas veja o primeiro post desta série aqui para saber as características importantes dos revestimentos em geral.

Características: Revestimentos pequenos, vendidos em placas, colados em um papel aderente para facilitar a aplicação. Podem ter vários acabamentos e materiais acrescidos (porcelana, cerâmica, vidro transparente, vidro colorido fosco, com acréscimo de metais, purpurina, materiais de lâmpadas fluorescentes recicladas, osso de boi, casca de coco, etc, etc.). As pastilhas podem ser industrializadas ou artesanais, vem em tamanhos diversos, desde  2×2 até 12×12 cm ou mais; podem ser colocadas em grandes áreas ou usadas como detalhes. São especialmente  indicadas para revestir superfícies muito irregulares, por serem pequenas.

As pastilhas de vidro são compostas por uma mistura de areia e outros materiais inorgânicos, fundidos em fornos de alta fusão – 1600ºC.  Após fundida, ela é afinada e condicionada termicamente, tornando-se uma massa homogênea, depois resfriada até 120ºC e preparada para o corte) e pigmentos.

Pastilha em Leque da Mazza Cerâmicas

Metalizadas da Colormix

Com Purpurina da Colormix

De reciclagem de lâmpadas fluorescentes da Lepri;

 

De vidro da DGrass e Sustentáveis e metalizadas, da Colortil

Em vidro transparente, da Gea

 Em vidro, da Vidrotil

Elas devem ser instaladas em piso ou paredes livre de fissuras, trincas e umidade. Na parte inferior e no contrapiso recebem argamassa colante. Depois de 2 horas do assentamento, deve-se efetuar limpeza para que o papel saia. O rejunte e a argamassa devem ser escolhidos de acordo com o produto e o ambiente de uso.O Rejunte Epóxi é excelente, mas siga as instruções do fabricante para não ter problemas.

Usos: Ambientes internos e externos, Pisos e paredes de áreas molhadas, piscinas, fachadas, compondo mosaicos, etc. Normalmente, com baixíssima absorção de água – abaixo de 0,05%, são revestimentos perfeitos para áreas molhadas, mas é sempre  necessário consultar o fabricante/vendedor para confirmar se a pastilha escolhida é apropriada (por suas características de resistência a atrito, PEI – desgaste e abrasão, porosidade, dureza, limpabilidade, capacidade antiderrapante ou não,etc) ao ambiente desejado. Por exemplo:Em  cozinhas e banheiros: Mínimo PEI 3, Limpabilidade 5 , no piso, antiderrapante, rejunte impermeável.  Em quintais, garagens e corredores, Mínimo PEI4 e material que resista a pressão por peso. As pastilhas de vidro são resistentes somente ao tráfego moderado de pessoas. Elas também não absorvem líquidos, inclusive óleos, e resistem a diversas substâncias químicas – exceto ácido fluorídrico, sem perder tonalidade e brilho.

Manutenção: Lave o piso com água e sabão; escovas podem provocar riscos.

Vantagens: Sempre está na moda, é durável e  não desbota. Impermeável, tem grande variedade de cores, tonalidades e tamanhos e permite composições diferenciadas de efeito estético único.

Desvantagens: Para instalar procure MESMO mão de obra especializada. É um piso um pouco frio, desconfortável para lugares frios. As de vidro tem custo alto e todas não suportam grande tráfego.

Exemplos de Uso:

 


No banheiro – Na bancada, no piso e na parede

Na cozinha – Formando um mosaico, na parede e no piso (na cozinha principalmente, prefiro pisos com cerâmicas maiores – quanto menos rejunte, mais fácil de limpar)

Em áreas externas: coberturas, piscinas e fachadas

Veja aqui o terceiro post desta série.

Fotos dos sites e blogs: Pastilhart, spaclean,casabril, alifesdesign,casaejardim, achadosdedecoracao, alkemie e apartmenttherapy, acervo de interiores

Posts relacionados

Comentários:

Edna · 14 de Abril de 2010 às 15:53

Gostaria de colocar no meu banheiro um L do teto ao chao so que me disserao que nao pode colocar pastinha de vidro no chao, entao gostaria de sabe qual a pastimha ideal para o piso me ajuda estou desesperada.
OBRIGADA

Responder

rosana · 14 de Abril de 2010 às 17:48

Oi, Edna,
Vc pode colocar pastilha de vidro no chão sim, mas ela é difícil de manter (devido à quantidade grande de rejunte). Há atualmente cerâmicas que imitam pastilhas.Talvez vc consiga um efeito similar usando este tipo de cerâmica (e tendo menos trabalho na manutenção). Escolha revestimentos antiderrapantes.
bjo
rosana

rosana · 14 de Abril de 2010 às 17:45

Oi, Irene,
Na borda externa da piscina sugiro não colocar pq elas esquentam com o sol e podem ser escorregadias.
bjo
Rosana

Responder

Vania · 14 de Abril de 2010 às 18:09

Olá se coloca pastilha no lavabo coloquei e agora estou com duvida o que posso fazer.

Responder

rosana · 14 de Abril de 2010 às 10:34

OI, Vania,
Claro que sim! Pastilhas são uma opção bonita e atual. Qual é a sua dúvida?
bjo
ro

Kati · 14 de Abril de 2010 às 15:36

Boa tarde,
Gostaria de saber a referencia do azulejo quadriculado preto marron e branco do banheiro.
Obrigado.

Responder

Rosana Silva · 14 de Abril de 2010 às 14:20

Oi, Kati,
Esta foto foi retirada daqui: http://casa.abril.com.br/materia/banheiros-7-ambientes-descolados-e-estilosos#7
São pastilhas de cerâmica.
bjo
Rosana

Vivian Mota · 14 de Abril de 2010 às 20:52

Olá gostaria de saber se posso usar pastlha no chão do lavabo.

Responder

Rosana Silva · 14 de Abril de 2010 às 14:19

Sim, Vivian, pode. Prefira que não sejam de vidro, mas sim de cerâmica. As pastilhas são ótimas em relação à segurança, pois escorregam menos. Em negativo tem o maior trabalho para manter limpo, devido aos rejuntes e a possibilidade de problemas de infiltração, também devido a eles. Então, contrate uma ótima mão de obra para o serviço e mantenha, refazendo os rejuntes de tempos em tempos…
abs
Rosana

Revestimentos de Parede – 3 | Duas Gurias · 14 de Abril de 2010 às 19:57

[…] Fonte […]

Deixe o seu comentário!