Simples Decoração - Porque o bom é simples

Dicas Quarto Sala

Escolhendo a cortina certa – 10 problemas e suas soluções

Muitas dúvidas na hora de escolher os modelos de cortinas para a casa ? A sala tem janela e porta na mesma parede e não sabe o que fazer com a cortina ? Você tem mais que uma janela no quarto ou na sala ? Entra muito sol, prejudica ver tv mas você não quer ficar no escuro o tempo todo? Tem um móvel encostado na parede da janela ?  A janela não é centralizada?

Selecionei  algumas fotos que resolvem 10 dúvidas comuns e vou explicar porque estas soluções foram usadas. Isso vai ajudar você a encontrar a SUA solução perfeita!

04-depois-da-reforma-casa-paulistana-ganha-visual-leve

(foto: casaabril)

1) Sala grande com muitas portas ou janelas – Na foto acima,   cortina e persiana  nas portas permitem que mesmo em um ambiente onde entra muita luz, você controle a luminosidade sem precisar de cortinas grossas.  Podia ser uma só cortina mas como há uma certa distância entre as portas  separá-las  faz o ambiente ficar menos pesado (e é mais econômico).  Para manter a leveza, a janela recebeu somente uma  persiana – igual às outras, para dar unidade ao conjunto –  e isso ajudou a aumentar a atenção para as portas. Repare que o trilho da cortina está acima do forro  – para isso o forro precisa deixar uma área para a colocação do trilho no teto. Assim:

cortineiro

(fotos: Casaabril e espaçocasa)

achadosdedecoracao salon_con_sofa_en_v_1021x1280

(foto:achadosdedecoracao)

2) Porta e janela próximas com sofá encostado na parede – A cortina romana é ótima para uma janela pequena quando o sofá está encostado na parede – Ela não cria volume mas não seria a melhor solução para a porta, onde a cortina em trilho indo até o chão é  mais funcional e coerente. Mas veja que foi usado  o mesmo tecido, o que dá unidade ao conjunto.

revistacasalinda ape-depois-da-reforma2

(foto:revistacasalinda)

3) Janela e porta (ou 2 portas?) na parede que vai da área de estar à de jantar –  Uma cortina cobre toda a parede,  Ela é leve e o ambiente é grande o bastante para não “sufocar” com a cortina larga, que delimita muito bem a área de estar.

casadosoutros ManuOristanio_DSC_1222

(foto:casadosoutros)

4) Porta de entrada e janela na mesma parede da sala pequena em estilo descontraído – O estilo da decoração da sala acima, seu tamanho, a mesa encostada na parede e a falta de sentido em ter uma cortina em porta de entrada deste tipo  fez com que a persiana fosse uma solução coerente, simples e funcional (acho que se ela fosse um pouco mais comprida ficaria melhor ainda).

trestudio rimage_(23)

(foto:trestudio)

5) Porta em vidro e janela muito próximas – Nesta sala, devido ao estilo de decoração mais feminino, a posição e material da porta e a grande janela agarrada nela, a cortina leve em toda a parede faz todo o sentido. Veja que há espaço para  parte da cortina ficar atrás da porta sem atrapalhar nem ficar “apertada”…Para cortar a luminosidade o tecido poderia não ser translúcido, ter forro,  ser duplo, etc. E veja que neste caso o trilho está exposto e bem próximo ao teto.

05e-apes-pequenos-que-provam-que-da-pra-viver-bem-com-pouco-espaco

(foto: casaabril)

6) Sala corredor (pequena e comprida, com janela ou porta no fundo – Uma solução comum, simples e econômica para as salas-corredor: Um cortina com varão  (neste caso, ele está um pouco baixo – a altura ideal é centralizado entre o fim da porta e o inicio do teto)  mas é preciso atentar para o espaço que a cortina vai ocupar nas laterais. Aqui veja que o rack, a prateleira e o sofá permitem que a cortina, que ocupa um bom espaço, fique sem “apertos”, o que é bem feio quando acontece.

17a-apes-pequenos-que-provam-que-da-pra-viver-bem-com-pouco-espaco

(foto: casaabril)

7) Outra sala corredor – Veja que a parede para o rack é bem pequena. Então escolheu-se colocar a cortina cobrindo somente a área da porta. Acho que só vale a pena fazer isso se não tiver jeito. Além disso, em tetos baixos como este, é preferível que a cortina seja em trilho no teto… a sanca só faz o pé direito ficar menor ainda.. Veja a diferença nesta montagem mal feita que eu fiz (rs!):

17a-apes-pequenos-que-provam-que-da-pra-viver-bem-com-pouco-espacoa

(Claro que morando em ap alugado, por exemplo, pode não ser possível fazer esta modificação)

16-apartamento-sessentao-de-85-m2-parece-novo-apos-a-reforma

(foto: casaabril)

8) Outra sala (quase) corredor –  Só para mostrar outra solução  – a persiana – que pode ser usada sozinha quando o estilo da sala é descontraído. Para maior formalidade pode tbém ser acrescida uma cortina. E sempre que houver móveis ou sofá encostados na parede elas são ótimas soluções.

cabeceira_painel_arquitrecos_via_casa_e_jardim_02

(foto:Casaejardim)

9) Quando a porta ou janela não está centralizada na parede – Uma das soluções é  assumir a assimetria e fazer algo na parede lateral que dê graça ao conjunto (como os quadros neste quarto). A cortina romana “sequinha” é um pouco maior que a janela para diminuir o escape de luz natural nas laterais, que acontece com romanas, painéis e rolos eventualmente, dependendo da qualidade e instalação). Para quem precisa de escuridão total é melhor uma boa persiana em madeira escura e talvez uma leve, não translúcida e curta cortina na frente da persiana.

home-designing glass-coffetable-600x424

(foto: Yodezeen)

Outra solução é desconsiderar a posição e tamanho da janela e fazer a cortina como esta: 2 tecidos, um leve, claro e translúcido e outro, nas laterais, em tamanhos iguais nos 2 lados, mais escuro e espesso. É a melhor solução, usando cortinas, para controle da iluminação natural. E eu acho que as cortinas muito compridas, como estas, não são funcionais no dia-a-dia. Acumulam mais poeira ainda..

cepaynasi a52

10) A porta ou janela abrem para dentro – Há 2 soluções possíveis: a) Colocar trilho ou varão maior que a janela ou porta: 30cm ou até mais (se a cortina for volumosa).

6a00e55008157688340192aa5f5270970d-600wi

A 2a. opção é colocar cortinas/persianas do tipo rolo ou romana que se feche totalmente à frente da janela, de forma que seja possível abri-la quando a persiana estiver recolhida. Portas e janelas que abrem para dentro são as mais difíceis e custosas. As 2 soluções não permitem um bom controle de luminosidade. Se puder optar por portas ou janelas que abram para dentro e tenham venezianas, esta é uma boa ideia!

Ainda tem dúvidas? Escreve aí que eu farei outro post com mais dúvidas e soluções! Mas antes veja esta série sobre as características das cortinas. Sua resposta pode estar aqui.

Posts relacionados

Comentários:

Luciana · 30 de setembro de 2017 às 15:43

Na cozinha é melhor cortina ou persiana? Tenho 3 janelas na minha cozinha, de tamanhos diferentes. Gostaria de algumas dicas. Obrigada

Responder

Rosana Silva · 30 de setembro de 2017 às 20:47

Luciana,
Depende dos seus hábitos e do material usado. Cortinas tem a tendência a durar menos, pois precisam ser limpas com mais frequência. Sequinha de varão (tecidos sintéticos duram mais e são mais fáceis de lavar), ou rolô ou tela (estas mais caras e podem necessitar de limpeza especializada) são boas opções. Para persianas (que na verdade é a minha preferência) escolha as com lâminas metálicas, de madeira ou de PVC. De qquer forma, escolha materiais com tratamento antiestático, que dificulta o acúmulo de poeira e gordura.
bjo
ROsana

Flaviane · 30 de setembro de 2017 às 13:23

Acertar na cortina faz toda diferença para a decoração, adoro inovar nas cortinas.

Responder

Deixe o seu comentário!