Simples Decoração - Porque o bom é simples

Conceitos

Dicas para combinar cores na decoração

Para combinar bem as cores na decoração é preciso treinamento do olhar para as cores. Uma boa forma de fazer isso é observar bonitos ambientes (ou fotos deles) e procurar entender a relação entre as cores que foram usadas. Vamos fazer isso com alguns banheiros. Tenho certeza que você vai melhorar sua habilidade com este post, mesmo sendo esses exemplos bem simples (e com poucas cores! 🙂 ).

1) Tom sobre Tom

É uma prática fácil e super usada: Vc escolhe uma cor e trabalha com cores mais claras e mais escuras dela. 

contemporist9

(foto:contemporist)

O bege da parede e o marrom na área em frente da bancada formam um tom sobre tom bem bonito. Esta combinação com cores neutras é clássica e mais séria. É sempre importante se certificar que as cores que você escolheu tem realmente a mesma “cor base”. Como já falei aqui, e também aqui, o bege pode tender para diversas cores (verde, azul, amarelo..) e 2 beges (ou um bege e um marrom) podem sim, não combinar entre si. O tom sobre tom como cores vivas é mais jovial e deve ser feito com cuidado para não ficar “pesado” demais (uma ideia é usar ao menos uma das cores mais “acinzentada”)

freshomeBathroom-Elegance

(foto:freshome)

Para que o tom sobre tom fique interessante é importante realmente fazer contraste, isso é, usar tons claros e escuros. Cores quase da mesma cor podem até ficar bonitos, mas não impactam tanto. 

2) Usar uma das cores de um revestimento para a parede ou outro revestimento

curso-decoracao-casaclaudia-paredes-lavabo-04

(foto: casaabril)

Neste banheiro uma das cores do que acredito ser um bege-bahia foi escolhida para o fundo do papel de parede com estampa discreta na parede. E abaixo da bancada foi usado um tom mais escuro que existe no mesmo mármore, percebe?

desiretoinspiredetalhebanheiro

(foto:desiretoinspire)

Muito sutil a escolha do amarelo, que aparece bem pouquinho no mármore, para pintar a parede acima dele. Neste caso o cinza também poderia ser usado, por exemplo. Observar bem revestimentos que tem diversas cores e usar a que existe em menor quantidade traz esta sutileza na combinação.

ornareblogEDGD2833-Ornare-Aniversário-Beta-Pollis

(foto:ornareblog)

Trouxe o exemplo acima para mostrar que “regras” podem ser quebradas (principalmente quando vc sabe o que está fazendo): Neste banheiro todo cinza, preto e branco, foi escolhido o marrom escuro para o armário. Veja que os objetos decorativos são da mesma cor, (a tal harmonia , lembra?).Neste caso, o mais “normal” seria usar cinza, branco ou preto para o armário, mas o marrom deu um toque diferente que não compromete. E se o armário fosse preto, acho que ia ficar meio soturno o ambiente, não ? Como disse, uma questão de gosto!

ornareblogEDGD2833-Ornare-Aniversário-Beta-PollisBC

Prefere o preto ? 

3) Usar cores semelhantes

Variar, mas variar com controle, é outra forma de conseguir uma ótima combinação de cores. Vamos ver os exemplos:

ornareblogMari-Oglouyan-1

(foto:ornareblog)

Neste exemplo as cores do piso e as usadas nas pastilhas são muito parecidas. Combinação perfeita e que, como os materiais são diferentes, não é chatinha…

piso tábua corrida perobadocampovernizmármore travertino bancada paredes placas cimentíceas acabfulgêA

(foto:casaabril)

O piso do banheiro é uma madeira que tende mais para o amarelo. O armário usa uma cor base similar, só que tendendo mais para o vermelho. Combinação elegante de 2 madeiras que não são de forma alguma parecidas (a melhor maneira de combinar madeiras diferentes é que elas sejam mesmo diferentes visualmente. Senão parece que vc tentou mas não conseguiu usar o mesmo material).

revista-casa-claudia-abril-surpresa-acabamentos_11

(foto:casaclaudia)

As cores do piso e da parede são até bem diferentes visualmente, mas a base delas é a mesma, só que a cor da parede é beemmm mais clara e acinzentada que a do piso. Além, é claro, dos materiais diferentes, o que muda tudo.

openhouse decoracao-banheiro-com-madeira-entrevista-diego-revollo-1

(foto: openhouse)

Este exemplo é mais difícil de perceber, mas muito legal, porque, apesar do ambiente ser “neutro “, na verdade sua combinação de cores faz uso das cores contrastantes:  A partir da cor da bancada, um travertino que tem base bege, acrescentando um tiquinho de verde chegamos à cor da parede e acrescentando o vermelho temos a cor da madeira. Veja como é bonito e mais vivo o contraste da parede com a madeira, devido às contrastantes vermelho e verde que participam da mistura de cores. Muitas vezes é difícil perceber as cores que compõem uma cor, mas com treino a gente vai percebendo cada vez mais.

4) Conhecer e usar os esquemas de cores (este é o último, mas o mais importante!)

Eu sei que falou teoria pessoal já pensa em estudos e estudos, mas na verdade, para melhorar muito sua escolha de cores para um ambiente vc precisa saber o básico, que vc pode encontrar aqui no Simples Decoração. Lendo os 2 primeiros posts, desta série vc já tem conhecimento bastante para descobrir os esquemas usados em um ambiente e começar a usá-los na sua casa! Tente!!! 

Posts relacionados

Comentários:

Sabrina Souza · 17 de dezembro de 2017 às 22:48

EU AMO AS CORES NEUTRAS ..Acho lindo e chique..Essa parede em madeira ficou show também.

Responder

Alice Gomes · 17 de dezembro de 2017 às 13:22

Nossa amei, principalmente na parte do Tom sobre tom. Lindas. Parabéns pelo Post.

Responder

Andreia Martins · 17 de dezembro de 2017 às 21:52

Que projetos lindos..Nossa um verdadeiro charme de requinte..Ameii

Responder

Deixe o seu comentário!