Quanto mais estudo o assunto cores, mais me chama a atenção coisas sutis… Como a versatilidade das cores as quais damos pouca atenção, como o branco, por exemplo.

Teoricamente, falando de luz,  o branco é a junção de todas as cores. Issso é provado pela experiência do chamado “Disco de Newton”. Veja só (que é melhor que falar):

Então, não é uma cor quente, não é uma cor fria… Mas tudo muda quando pensamos nos chamados “off-white” que são, vamos dizer assim, brancos meio “desregulados” (rs!) que “tendem” para uma cor. Logo, vc pode ter branco tendendo para o azul, para o verde, para o vermelho, enfim… para qualquer outra cor e isso faz com que ele se torne quente ou frio, dependendo para que cor ele tende.

Então, o que os ambientes abaixo mostram? (e afinal, prá que a Rosana está falando isso tudo?)

Mostram a versatilidade do branco, que pode criar ambientes fantásticos praticamente somente usando os seus “off”.

Percebam que quanto menor a quantidade de cores diferentes em um ambiente, para torná-lo rico e interessante, deve-se acrescentar texturas diferentes – couro, veludo, brocados, enfim, tudo que apresenta uma superfície rica, mesmo tendo uma só cor.

yoquesedreamhomessala5

apartmentquartoazulbco

whitedesignwhitehomequarto1

buellerdesignsblogspot121

decophotobanheirobcocinza1

decophotosalarosacinza

desiretoinspiresala1

E não me perguntem onde uma cor deixa de ser branco e é azul, ou rosa, ou bege… Depende da sensibilidade de quem está olhando, das cores em volta, da luz…

Dos sites e blogs: desire to inspire, style-files, thediversionProject, decophoto, bueller, whitedesignwhitehome, apartmenttherapy, twolia e yoquesdreamhome

4 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Mirys!
    Fiquei passada! Seu comentário entrou como spam e só vi agora!!! Entendi que o post deveria ser feito hoje, ne isso ? Mas são 23:10 e até eu conseguir escrever é amanhã.. Ou vc vai esticar este prazo???
    bjos
    Ro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui