Bem, continuando a história da minha visita à Casa Cor RJ 2011, que terminou ontem (a mostra, não a história,rs!)

Aqui detalhes do Spa (Leonardo Pascual) com estas luminárias da Lumini e o revestimento da parede (Orlean?) muito bonitos. Depois um detalhe do móvel da pequena saleta na Suite do Casal (Marcia Malta Muller) , o lindo sofá da varanda da sala de vestir do casal que mostrei no post anterior e o escândalo da sala de Banho do Casal (Luiz Fernando Glabowsky) que aproveitou (e acrescentou)  super bem a beleza do banheiro art déco construído entre 1920 e 1930 no 2o. andar. As pastilhas foram acrescentadas na área da banheira.

(Fotos do site da Casa Cor )

Aqui detalhes do ambiente aconchegante e, ao mesmo tempo refrescante (ah, as cores!) do Estar do Hóspede (Lila May Bueno); Uma vista do lindo Solarium (Anna Luiza Rothier e Angela Frota), a escrivaninha que estava atrás da cama da Suite da Moça (Carmem Zaccaro e Marise Kessel), o detalhe do espelho no forro, acima do lustre além de mais detalhes doces da casa…

(Fotos do site da Casa Cor )

Aqui detalhes de um dos poucos ambientes que menos usou a arquitetura da casa, mas se saiu bem, com algumas idéias bem legais: O Quarto das Crianças (Juliana Neves de Castro, Luciana Nasajon e Mabel Graham Bell) com a mesa que “cresce” com a criança, a escada para o pequeno jirau, que usa os degraus como mini gavetas e o cantinho que virou mesa de apoio para a cama. No centro a “instalação” que modernizou de uma forma dinâmica  e luminosa um dos corredores (acredito que do Romulo Castro, mas não sei ao certo. F alei sobre ele no post anterior (O Louceiro – Luminária com taças de cristal). Infelizmente, Romulo Castro foi covardemente assassinado em setembro, durante uma tentativa de assalto em Ipanema. Os ambientes idealizados por Romulo para a Casa Cor 2011 foram executados, segundo li,  pelo amigo Gringo Cardia. 30 anos e muito talento ceifados de forma absurda…

Depois, detalhes dos revestimentos originais de piso e paredes da Sala de Família (Mauricio Nobrega).

(Fotos do site da Casa Cor )

Enfim, saí da casa e fui para os jardins e aí, em meio às árvores seculares, ainda tinha muita coisa bacana, como o Cocktail Lounge Bar (Jairo de Sender), uma explosão de cores, transparência, vidros e luzes – adorei o lustre mostrado no detalhe acima, bruto e doce ao mesmo tempo (Ele é lindo, a fotógrafa é que é ruim). Tinha até árvore de cadeiras do Carlos Motta, mas não achei semente para levar pra casa, rs!.

Acima tbém detalhes – estante e pergolato – da Estufa Experimental (Antonio Claudio de Souza Leite, Flavia Martins e Felipe Lobão) da Praça Casa Cor (Emmilia Cardoso e Marisa Lima) – Espelhos no jardim deveriam ser mais usados – e  da área em frente ao espaço da Caixa, perto da saída, com mesa com tampo de vidro sobre garrafas, uso de bambu nos revestimentos e pergolato, uma gracinha mesmo (pesquisei mas não encontrei quem realizou – quem souber, pf, me informe para acrescentar)

(Fotos do site da Casa Cor )

É isso. Espero que vcs tenham gostado do passeio tanto qto eu.

Veja a parte 1 da minha visita

2 COMENTÁRIOS

  1. É isso mesmo, Marta! As coisas vem e voltam e há tbém aquela decoração atemporal, clássica, muito usada nestes eventos.
    Obrigada!
    bjo
    Ro

  2. Nossa estava olhando o post, e vi que é de 2011, mas aquelas primeiras fotos em azul a decoração é linda, poderia muito bem colocar nos dias de hoje, e estamos falando de quase 5 anos atras, a moda é assim ela vem e vai constantemente, Parabéns pelo excelente artigo, de ótimo bom gosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui