Simples Decoração - Porque o bom é simples

Arquitetura Conceitos

Quem faz o que em um projeto de construção, reforma, decoração ?

Percebo que a maioria das pessoas tem dúvidas sobre quem chamar quando deseja construir, reformar ou decorar a sua casa. Por isso, neste post, vou falar sobre os profissionais e suas funções e responsabilidades

Quando vc deseja construir ou modificar a estrutura (criar ou retirar paredes, fechar ou colocar um telhado sobre área aberta, construir ou modificar uma escada, aumentar o peso sobre um piso – com uma banheira ou piscina por exemplo, deve contratar um ARQUITETO.

Vai demolir / Construir ? A equipe responsável tem que ter um arquiteto/engenheiro

Poderá também contratar um DESIGNER DE INTERIORES – quando a casa já existe e deseja modificações que podem mexer na estrutura do imóvel (neste caso o Designer deve, obrigatoriamente contratar ou ter na sua equipe um Arquiteto ou Engenheiro).

O arquiteto ou o Designer terão em sua equipe ou poderão contratar, caso o projeto necessite, diversos outros profissionais, tais como:

ARQUITETO – Responsável pelo projeto e supervisão de obras que envolvam criação ou modificação da estrutura do imóvel ou seu uso (no caso de inclusão de piscina em cobertura, por exemplo).

DESIGNER DE INTERIORES – Que executa o projeto dos interiores da casa, levantando, junto ao cliente, as atividades exercidas em cada cômodo, necessidades especiais, desejos e gostos pessoais dos moradores, adequando-os aos ambientes criados. Ele especifica  o mobiliário, cores, pontos de iluminação, peças elétricas, hidráulicas e sanitárias externas, desenho de gesso,  todos os revestimentos, etc,  considerando gosto, necessidades e exigências de segurança, conforto, funcionalidade e características técnicas dos produtos envolvidos.

Não tem derrubada, acréscimo de paredes nem acréscimo de grandes pesos no piso ? O Designer de Interiores resolve !

TOPÓGRAFO – No caso de ser necessário levantar as condições de um terreno para criar/modificar uma edificação.

ENGENHEIRO  – Que executa os cálculos necessários para criar ou manter em segurança a estrutura de sua casa; faz /modifica o projeto elétrico de acordo com as necessidades do arquiteto e/ou designer de interiores; faz/modifica o projeto hidráulico de acordo com as necessidades do arquiteto e/ou designer de interiores

PAISAGISTA -Que executa o projeto de paisagismo (jardins,  iluminação externa, etc). Há também o DESIGNER DE AMBIENTES, profissional que une as atividades de designer de interiores e paisagista.

LIGHTING DESIGNER Que executa o projeto de iluminação dos ambientes. Pouco usado no Brasil para residências é um designer que se especializou no uso e efeitos da luz nos ambientes internos/externos.

DESENHISTA PROJETISTA  -Desenvolve os detalhes de projetos, elabora plantas de arquitetura,  esquemas de sistemas elétricos e diagramas de construção, fabricação e instalação de equipamentos, estruturas, componentes, etc. Ao lado de arquitetos, designers e engenheiros, ele executa estas atividades manualmente ou usando softwares específicos para desenho (CAD, softwares 3D, etc), criando perspectivas, conferindo cotas e informações descritivas, efetuando as mudanças necessárias, etc.

Um pequeno jardim ou varanda podem ser especificados por um experiente designer de interiores, paisagista, arquiteto ou designer de ambientes. Já grandes jardins – paisagista neles!

EMPREITEIRO e/ou MESTRE DE OBRAS e/ou ENCARREGADO DE OBRAS Profissional contratado para fornecer e supervisionar o trabalho de toda a mão-de-obra envolvida na execução do projeto. O mestre de obras ou encarregado pode ser contratado pelo arquiteto ou designer em obras de pequeno porte. Em obras de grande porte o empreiteiro poderá ter o mestre de obras para lhe ajudar na supervisão do trabalho.

A necessidade ou não de todos estes profissionais depende da complexidade do projeto: Quanto menos complexo mais “enxuta” a lista de profissionais envolvidos. O importante é que o profissional responsável (aquele que vc chamou lá no início) seja capaz de definir os profissionais que devem ser chamados assim que compreender o que vc deseja que seja feito, pois o ideal é que todos eles participem do projeto.

ELETRICISTA, ENCANADOR, PEDREIRO, CARPINTEIRO, ARMADOR, SERRALHEIRO, GESSEIRO, PINTOR, JARDINEIRO – São os valiosos profissionais que executam os projetos elaborados pelos profissionais acima, de acordo com suas especificações.

Não se assuste! Falei sobre quase todos os possíveis envolvidos em uma construção, que pode ser de um prédio, por exemplo. Para decorar a sua sala pode ser que vc precise somente de um Designer de Interiores e um pintor, se não for modificar pontos de elétrica ou gesso.

Fotos dos sites: CasaAbril e EstoriasdeDesign

Posts relacionados

Comentários:

Conceição Aparecida Pavan Cardoso · 09 de setembro de 2012 às 16:19

ATELIÊ CONCEIÇÃO PRODUTOS ARTESANAIS

Faço lindos arranjos de flores em Eva, lembrancinhas de flores, saches mini sabonetes, aromatizadores de varetas, porta guardanapo flor, cesta de café da manhã.
Meu face é: http://www.facebook.com/atelieconceicaoprodutosartesanais
Meu blog é: atelieconceicaoprodutosartesanais.blogspt.com
Emails:
aparecidapavancardoso@gmail.com
aparecidapavancardoso@hotmail.com
aparecidapavan@yahoo.com.br
Telefones: (11) 97631 7817/ (11) 95168 3823 (11) 4821 5510
Obrigada pela atenção.
Aguardo resposta.
Tenha um Bom Dia.

Malice Miller · 09 de setembro de 2012 às 12:54

Oi Rô, adorei o post, hehehehe…
Sério: está informativo e no ponto mas, os arquitetos, vc sabe, “devem chiar”…
Acho que o que falta a eles é a humildade de reconhecer que, durante sua faculdade, têm pouco ou nenhum tempo em que estudam os detalhes de um interior e que o designer de interiores SÓ FAZ ISSO, o tempo inteiro em que estuda.
Falta também ressaltar que existem arquitetos que realizam projetos de interiores sim, mas que só conseguem isso pois se dedicaram durante anos a trabalhar nesta “escala”, ou seja, a da casa e de seus ambientes. São preparados para projetar prédios, casas, escolas e toda a parte urbanística, mas para repensar um interior e desenhar um móvel, não.
Bjs!

rosana · 09 de setembro de 2012 às 11:26

Oi, Malice!
Adoro quando vc me visita! (E sei que sou um tanto ingrata…sorry!) Concordo com vc, mas para ser justa tbém sabemos que muitos designers “avançam” onde não deveriam, exatamente pelo mesmo erro: Falta de humildade….
beijocas
Rosana

Fernanda · 09 de setembro de 2012 às 15:25

Acho que estão enganadas quanto aos serviços que os arquitetos desenvolvem, pensamos na parte urbana, como também humanizados os edifícios internamente,não pensamos só nas cores, nos objetos e que tipo de tecido vai ficar melhor em cada ambiente, pensamos na forma de como o ambiente será habitado, nos espaços e nas sensações.

rosana · 09 de setembro de 2012 às 22:41

Sendo assim Fernanda, vcs são arquitetos e designers de interiores. Que bom!
bjo
Rosana

Fernando Novelli · 09 de setembro de 2012 às 12:49

Qual lei que embasa que o proprietário que adquiriu um apartamento na planta, deve contratar um arquiteto para poder colocar pisos, mudar paredes, etc ? obrigado

Rosana Silva · 09 de setembro de 2012 às 13:26

Olá, Fernando!
A questão é complicada. Na verdade não há lei. Há normas, resoluções de conselhos e uma briga entre o conselho dos arquitetos, o dos engenheiros e os designers de interiores (q não tem conselho, pois não tem ainda regulamentação, tbém devido a esta briga).

Na verdade, tecnicamente falando, os designers podem fazer qquer coisa q não interfira nas estruturas do ambiente. Retirar paredes pode interferir, colocar pisos em geral não interfere (tudo tem a ver com a capacidade da estrutura aguentar o novo piso), colocar uma piscina interfere e até uma banheira pode interferir.
Tecnicamente falando tbém, engenheiros civis são especialistas em cálculos de estruturas.
Mas…
O Conselho dos Arquitetos (CAU) emitiu uma resolução, a 51, que tenta impor praticamente, que o exercício de design de interiores seja exclusividade dos arquitetos, além de tbém tentar q engenheiros não possam fazer projetos de arquitetura. Juridicamente há discussões, pois um conselho, teoricamente, só tem jurisprudência sobre os profissionais ligados a ele. Mas tbém existe a questão de que atividades q podem causar risco de vida só possam ser exercidas por pessoas capacitadas (com diploma) para isso.

A ABNT emitiu uma norma (16280 – leia sobre ela aqui http://www.sindiconet.com.br/7174/Informese/Obras-e-Reformas/Norma-ABNT-sobre-obras ) que pede que diversas atividades, algumas que podem claramente ser feitas por designers, tenham a obrigação de emissão de RRT ou ART (documentos emitidos exclusivamente por arquitetos e engenheiros).

Enfim, em termos práticos e principalmente para sua segurança, eu lhe diria: Se tiver dúvidas se a obra/reforma que deseja fazer vai interferir na estrutura do seu imóvel, contrate um profissional que seja ou tenha na sua equipe arquitetos ou engenheiros que possam emitir os tais documentos e assegurar sua segurança (vc pode contratar um designer mas certifique-se que ele terá os profissionais para avaliar estes pontos especificamente) E exija laudos assinados por estes.

E acrescentando: Mexer em paredes pode interferir se a parede tem função estrutural (é um tipo de construção) ou tem vigas ou colunas.
Mexer em pisos pode interferir se o peso dos novos pisos for bem maior que o dos pisos retirados e/ou houver perfurações profundas, com máquinas possantes.
Fechar varandas pode interferir na estrutura (e o condomínio deve ser consultado tbém).
Para colocar mais equipamentos elétricos é bom consultar (ou que o profissional contratado consulte) um eletricista para ver se a instalação elétrica vai suportar.
Abs
Rosana

Fernanda · 09 de setembro de 2012 às 12:08

Olá, sou arquiteta e o que me faz comentar aqui é o simples fato de você ter dito que o arquiteto “durante sua faculdade, têm pouco ou nenhum tempo em que estudam os detalhes de um interior”. Está enganada. Na minha faculdade tive muitas diciplinas relacionadas a tal. Acho que as pessoas tem preguiça de conhecer os assuntos e falam qualquer coisa que as convêm.
Para se projetar uma ‘simples’ casa é preciso muito além de por quartos e sala, se for assim contrate somente um pedreiro e ele realizará tudo, não será preciso de auxilio de nenhum profissional formado para tal.
Projetar vai muito além de apenas desenhar, pensamos em como aquilo irá funcionar, como será humanizado, pensamos num todo.

Rosana Silva · 09 de setembro de 2012 às 12:44

Oi, Fernanda! Na verdade quem falou isso foi a leitora Maria Alice Miller, Designer e minha amiga pessoal, em um comentário.E tenho certeza que na verdade o que ela quis dizer é que o curso de arquitetura ensina primordialmente Arquitetura e não Design de Interiores, o q é óbvio. E afirmo, por já ter analisado a grade de estudos de diversos cursos de arquitetura, que muitos ensinam pouco e até nada sobre Design de Interiores. Há escolas e escolas, mas por melhores que sejam, acredito que vc concorde que uma especialização em design de interiores é importante para que um arquiteto possa fazer design de interiores da melhor forma. E é óbvio para mim e tbém para a Maria Alice, que a arquitetura se preocupe e projete ambientes onde pessoas irão viver com qualidade.
Eu não tenho (e sei que ela tbém não) preguiça de conhecer os assuntos sobre os quais falamos, estudamos e pesquisamos muito. Podemos, como todos, errar eventualmente. Mas estou sempre aberta para me corrigir, assim como ela, uma profissional que respeito e admiro.
Seu comentário foi agressivo sem necessidade e ele sim, sem conhecimento.
Sinto muito esta agressividade que dificulta um diálogo quando todos necessitamos dialogar mais neste mundo tão difícil para todos.
abs
ROsana

fernanda · 09 de setembro de 2012 às 17:31

Na verdade achei o comentário da sua amiga agressivo mas como é sua amiga você pode não ter achado. Arquiteto não é feito só para projetar casas e escolas mas também para criar interiores. Veja a quantidade de arquitetos de interiores que temos por ai. Temos RRT de projeto de interiores, se não fossemos preparados para tal certamente o conselho não nos liberaria.
Especialização qualquer um que sinta necessidade deve fazer mas nem sempre é necessário.
Por fim, se sentiu ofendida peço desculpas, não foi o pretendido.

ps.: a verdade é que no fim as pessoas sempre querem o lado mais prático e em conta. Então acabam por contratar um marceneiro e pedreiro para realizar o trabalho no lugar do design ou arquiteto. Jeitinho brasileiro.
Abçs!!!

fernanda · 09 de setembro de 2012 às 17:37

Fernanda 1, eu concordo com você. Ia falar o mesmo.
Rosana, nos temos titulo de Arquiteto de interiores. A maioria das pessoas acham que só existe arquiteto urbanista mas também somos arquitetos de interiores, arquitetos paisagistas…
abçs!!!

Rosana Silva · 09 de setembro de 2012 às 18:44

Fernanda,
O curso de Arquitetura e urbanismo dura 5 anos em geral. O Curso de Design de Interiores dura 3 em geral. O de graduação em Composição Paisagística tem 4 anos.
Há algo errado, não ?

Qto à questão do CAU, claro que entendo correto o acompanhamento obrigatório de arquiteto / engenheiro e exigência de ART e RRT de projeto de interiores qdo no projeto se movimenta paredes e outras atividades que possam envolver a estrutura da edificação – vivo falando sobre isso aqui e sobre o perigo que pode significar para a vida das pessoas. Isso não tem a ver com Design de Interiores. É o que entendo que seja arquitetura de interiores.
Mas, aceito suas desculpas e concordo com vc em relação à mania do brasileiro de economizar no que não se deve de forma alguma. Por isso uso este site para falar constantemente sobre isso, tanto nas postagens (como essa) , como nos comentários.
abs
ROsana

Maria Alice Miller · 09 de setembro de 2012 às 19:18

A verdade é uma só: o CAU surgiu para fazer reserva de mercado para os “pobrezinhos arquitetos” que eram “massacrados” pelos engenheiros dos CREAs. Quem antes era oprimido agora oprime. Se sentiam mal no CREA e agora querem caçar designers de interiores FORMADOS – pois eu tenho formação e prática de obra, e me garanto diante de qualquer arquiteto recém formado com 4 aninhos de projetinho de faculdade! Esse conselho agora quer que os designers desapareçam do mercado e vão conseguir com suas práticas de terror e medo. A ABD tem um bando de arquitetos infiltrados e designers mal informados que não vai adiante se não levar a sério e virar ou sindicato ou conselho. E ficamos aqui disputando clientes que, para não contrariar síndicos perdidos em legislações mal feitas, vão impor a seus condôminos que “contratem um arquiteto” até para pintarem suas casas.
Aqui fala uma designer de interiores competente, esforçada, que abandonou a profissão por puro cansaço. Trabalho em outra coisa, ganho meu dinheiro sem ter que esmolar a ninguém um espaço, não preciso disso. Tenho amigos arquitetos que têm noção do que está acontecendo conosco e com eles e que já perceberam que o CAU é só política, que nada mudou frente ao velho CREA. Tenho amigos designers que se cansaram de lutar contra a corrente e que se formaram arquitetos para poder trabalhar, sabendo que já sabiam tudo do jogo, mas que o diplominha era necessário. Ora, falem sério e vão estudar Arquietura e Urbanismo sério, não ficar discutindo se o móvel fica bem assim ou assado! Vocês não conhecem nem a história da técnica da Arquitetura no Brasil, nem como recuperar um telhado, nem como desenhar uma cidade e cantam de galo sobre “humanização de ambientes”. Me poupem!

Rosana Silva · 09 de setembro de 2012 às 21:08

Malice,
Infelizmente, 3 profissões que deveriam trabalhar em conjunto com o objetivo de proporcionar às pessoas o melhor de suas capacidades e conhecimentos se debatem em uma briga sem fim simplesmente pq , afinal, o mercado que pode pagar o preço que cobram por seus trabalhos é exíguo (além de, em geral, não respeitarem os seus trabalhos). Quando temos tanta necessidade de casas e cidades bem construídas, de ambientes bem planejados e uma multidão absurda de pessoas precisando disso sem ter nem o conhecimento de quem procurar exatamente devido à esta briga insana que me parece, só acontece neste país! É realmente triste ver pessoas que dedicaram muito esforço, dinheiro e tempo para adquirirem conhecimento para fazer tanto, fazerem tão pouco. Eu, como uma simples blogueira q adora e reverencia a beleza das verdadeiras arquitetura, engenharia e design de interiores, só sinto muito.
bjos
Rosana

Deixe o seu comentário!