Quem acompanha este blog sabe que, eventualmente, falo sobre coisas que odeio ou acho estranhas nos sites que pesquiso pela Internet. Nestes posts minha intenção maior é mesmo brincar, tanto que criei a categoria HUMOR para que vcs possam vê-los todos juntos.

Mas dias atrás, a amiga arquiteta Maria Amélia, com a qual algumas vezes trabalho, sugeriu  que eu falasse também sobre uma coisa extremamente importante que, devido à intenção maior de brincar, não estava enfatizando nestes posts. Agora quero falar sobre isso, de uma forma séria:

TUDO, por mais ridículo, non sense, esquisito e maluco que pareça, pode sim, fazer parte de um ambiente lindo, e até ser o ponto focal deste ambiente.  Usando as palavras da Maria, “O que faz o design de interiores ser tão maravilhoso é a capacidade de transformar espaços “’óbvios” em verdadeiros lugares. No lugar de sonhar, de brincar, de surpreender, sugerir fantasias, de poder se expressar com o inusitado e juntando tudo isso fazer poesia.”  e “não há nada que não possa encontrar seu lugar, ser valorizado e portanto ganhar beleza.”

Estamos falando de arte, beleza, poesia. A funcionalidade das coisas é outro importante aspecto: Uma cadeira pode ser linda e não ser a melhor cadeira para se sentar e vc pode sim, comprá-la porque se apaixonou por sua beleza e deseja usá-la assim: como um objeto de arte.

Eu odeio chifres, a não ser na cabeça dos bichos que as tem e de preferência, que o corpo deles esteja junto. Além disso, prefiro que eles estejam bem distantes da minha sala, passeando por aí. Existe  uma filosofia atrás deste sentimento: Assim como me causa horror a idéia de uma cabeça humana na minha parede, tenho o mesmo sentimento em relação à cabeça de um animal. MAS, vejam esta sala:

Observe que o que faz esta sala ser a beleza que ela é, diferente e mais que mais uma sala de estar é o conjunto fantástico formado pelos elementos da parede, cujo ponto focal, extremamente bem iluminado, é a cabeça de um pobre alce! Eu odeio chifres, odeio cabeça de bicho na sala, mas este conjunto é mesmo de grande beleza. Este é o “milagre” do bom design de interiores.

Foto do site : inspireddesign

16 COMENTÁRIOS

  1. Juliana,
    Vc gosta, eu não gosto.E devido ao gosto, buscamos explicações (eu as minhas, vc as suas) mas no fundo a questão é: Eu não gosto e vc gosta. Mas como já disseram: O que seria do amarelo se todos gostassem do verde, não é mesmo?
    Obrigada por participar.
    bjo
    Rosana

  2. Acho bonito, moderno, super descolado usar cabeças de animais na decoração, desde que sejam de mentirinha claro. Também amo e respeito os animais mas sinceramente não vejo nada de mais nas cabeças falsas, é divertido e fica lindo na decoração, nada de mórbido contanto que sejam claramente de mentira. Usaria tb uma cabeça humana sem problemas se fosse uma bela escultura, enfim, acho que devemos abrir a mente e deixar de lado preconceitos bobos, e sem hipocrisia- comem carne, usam couro e depois não querem usar falsas cabeças de animais na decoração…ora pois!!

  3. OI< ANNE!,
    Nem eu, menina, nem eu. Chifre, tô fora! E o pior é que já encontrei ambientes com o tal lustre navio que ficaram até interessantes.. Tudo é possível!
    bjos
    RO

  4. Em hipótese alguma eu colocaria chifres em qualquer lugar, muito menos na minha sala, pelos mesmos motivos que vc (respeito à vida etc). Mas gostei da sala – mas se fosse minha, tiraria os chifres. De qualquer forma, interessante sua idéia de que qualquer peça, quando bem colocada, pode deixar um ambiente bonito – concordo! Quem sabe até o lustre navio combine com alguma coisa? =D
    Beijo.

  5. OLÁ! ROSANA,
    CHIFRES NA DECORAÇÃO DE NOVO?RSRSRS
    ABAIXO AS PAREDES COM CHIFRES!!!!!
    EU TB ODEIO! AINDA HOJE, VISITANDO BLOGS, VI VÁRIAS.
    SONIA DE SÁ
    quartosdebebebysoniadesa.blogspot.com

  6. Achei a decoração muito feia, nada tem a ver com nada, nem sofás, nem cores, tapete, iluminação o ambiente poderia ser muito melhor harmonizado.

  7. Oi, Chico!
    Eu compreendo seu argumento… Inclusive, como disse já, apesar de, abstraindo de qualquer coisa, só vendo a estética, achar bonito, nunca faria na minha casa.
    Não por causa da morte, mas na verdade pq amo e respeito a vida de qquer ser (que sei que é o seu caso tbém).
    Usei este exemplo exatamente pela minha aversão, mas pense em um “lustre navio”, como mostrei um dia destes… Ou qualquer coisa que vc ache, por si só, horrível e imagine um ambiente em que esta coisa horrível teria o seu lugar. É disso que estou falando.
    bjos
    RO

  8. Com certeza, MARCIA!
    E eu tbém, por mais linda que ela seja, por estas questões minhas, pessoais, inventaria outra coisa para colocar ali. Mas a questão maior é: Qualquer coisa pode ficar linda! Acho isso fantástico!
    bjos e obrigada!
    RO

  9. Eu sou da opinião de que cada um decora do jeito que quiser, afinal, a propria pessoa que vivera ali… Mas, sinceramente, essa sala é linda, e, ainda assim, tiraria o chifre. Se fosse minha, claro…

    bjs

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui