E a Marcia Nassrallah vem agora falar de Jardins e Cães – Dá para ter estes 2 lindos e saudáveis  juntos ???

Há quem ache impossível. Mas vamos ser otimistas e compartilhar alguns macetes úteis para que a convivência seja feliz. A minha experiência tem sido bem feliz e tenho certeza que a sua também poderá ser. Veja as dúvidas mais frequentes:

1589

Esta é a minha linda Meg feliz no jardim

1- Como seria um “jardim ideal” que integrasse a beleza das plantas e a presença dos pets?

Em geral não há grandes problemas com os pets nos jardins, especialmente se recebem a devida atenção dos donos e gastam suas anergias. Pode-se planejar um belo jardim para usufruto da família e dos pets, evitando-se as espécies tóxicas e as que podem causar ferimentos. Espécies boas para jardins com cachorros são: Ráfis, Árvore da Felicidade, Bambu mossô, Fênix, Frutíferas, Arvoretas, Dracenas – pois todas essas tem copa alta e resistem aos pulos. Espécies que espetam, mas não machucam e que provoquem cócegas nos focinhos são uma boa escolha, exemplos: Aspargo, Russélia, Alecrim, Moréia, Capim limão, Erva-de-gato, Hera-inglesa, Citronela. Pode-se usar floríferas como: Magnólias, Hibiscos, Lavandas e Camélias. Usar cascas para decorar, com exceção as cascas de cacaueiro, pois são tóxicas para os cães. Seixos rolados são melhores que pedriscos, pois estes podem machucar as patinhas.

plantas1

2- Quais espécies de gramas são mais indicadas para jardins com pets?

A Grama Batatais e a Grama São Carlos são mais resistentes que a Esmeralda, por exemplo.

3- Quais espécies de plantas podem ser ingeridas pelos cães sem fazer-lhes mal?

Mesmo no jardim você pode semear espécies comestíveis para cães como: aveia, sorgo, milheto, azevém. A minha Pet Meg, amava comer hortelã e manjericão. Outras boas espécies: Valeriana, Alecrim, Lavanda, Citronela, Camomila. Compre mudinhas ou espalhe sementes.

palmeira-rafis-mulheruol

Palmeira Rafis Adulta

4- Quais espécies muito usadas no paisagismo são nocivas ou tóxicas para os cães?

Todas as plantas tem algum grau de toxidade, mas algumas se ingeridas podem levar até a morte. Alguns exemplos são: Artemísia, Alamanda amarela, Alamanda roxa, Agaves, Azaléia, Antúrio, Arruda, Bico de papagaio, Avelós, Coroa de Cristo, Buxinho, Cica, Cinerária, Cróton, Caládio, Comigo Ninguém Pode, Espatódea, Espirradeira, Jasmim Manga, Violeta, Vinca, Costela de Adão, Arnica, Onze horas, Espada de São Jorge, Jasmim, Lírio, dentre outras. Alerta: a Lantana ou Cambará causa fotossensibilização, além de congestão das mucosas e desarranjos gastrointestinais. Seus frutos contêm Lantodene e as folhas, na proporção de 40g por quilo de peso vivo, podem levar à morte do animal (informação obtida com o professor Raul Cânovas).

floriculturafitoflor dracena

Dracena

No site da Câmara dos Deputados há uma lista interessante de plantas tóxicas pronta para consulta. É bom lembrar que espécies com odores costumam atrair os cães, mas costumo dizer que os cães não são tão bobinhos assim. Meus pets nunca ingeriram plantas tóxicas, apesar de eu as ter. Eles sempre escolhiam as plantas certas. Nunca os vi tentando comer uma Espada de São Jorge, uma Agave ou um Avelós. O risco maior é com as crianças pequenas e os filhotes curiosos. Assim, se tiver plantas tóxicas coloque-as fora do alcance dos pequenos curiosos humanos e animais.

E aguarde que daqui a pouco tem mais ! Se tiver perguntas, por favor, escreva nos comentários, ok ? 

Se gostar: curta, compartilhe, comente, faça perguntas… vamos amar!

Marcia Nassrallah​

Fotos dos sites e blogs : casaejardim, MulherUolfloriculturafitoflorplantascultivoecuidadosdomundotodo

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui