Clássicos do Design

Somos todos influenciados pelo passado. E observando diversos lançamentos de móveis é perceptível o quanto a tendência de “ressucitar” designs de outras épocas ou usá-los como base para novas criações é forte.  O design de qualidade, assim como a música, a pintura, etc, são sempre, de alguma forma, atuais, não tem idade. Por isso, mas principalmente porque ADORO a história da arte e do design, que resolvi fazer esta página, onde vou me restringir ao Design de Móveis do Século XX.

Para cada década vou criar uma página. Clique na década do seu interesse para vê-la. Infelizmente, são muitas obras, não vai ser possível colocar todas. No nome das fotos está o ano de criação.

Espero que seja interessante para vcs como é para mim.

Introdução

Antes da Revolução Industrial (iniciada na Grã-Bretanha no século XVIII) o artesão era o proprietário da oficina (normalmente na sua casa) e das ferramentas e não havia divisão de trabalho ou especialização.  A Manufatura que predominou na Antiguidade Clássica e Idade Moderna ampliou o mercado consumidor e criou a especialização,  de forma que cada trabalhador realizava uma etapa na confecção do produto. O surgimento dos processos industriais e a divisão do trabalho separou o design da fabricação. Mas o design era somente um dos aspectos da produção mecanizada. Somente o surgimento de reformadores do design como William Morris que o design passou a ter dimenções teóricas e filosóficas.

Assim, o final do século XIX foi marcado pelo Idealismo do Design na Europa, com os movimentos Art & Crafts, Art Noveau e Jugendstil.  Nesta fase também surgiu o Art Deco (um estilo, mas não um movimento) . A unificação da teoria do design com a produção industrial surgiu, principalmente com a Bauhaus (1919) de Walter Gropius, buscando a  “obra de arte total”com a  união das artes e dos ofícios. Mais tarde esta idéia foi substituída pela fusão da arte com a técnica, tentando conciliar o idealismo social (produtos de qualidade e baratos) com a realidade comercial, usando a indústria e a tecnologia.  Em 1925 a Bauhaus foi banida por um governo conservador e se instalou em Dessau. Em 1933, já como escola privada em Berlim, com a direção de Mies van der Rohe, ela  foi fechada pelos nazistas.

Mas dela surgiram, entre outras  a Nova Bauhaus em Chicago(Institute of Design), o Movimento Moderno (design Utilitário) ou Estilo Internacional, o Organic Design, e na década de 60 do século XX, uma reação a alguns destes movimentos deu origem ao Independent Group na Grã-Bretanha, depois o Antidesign (que rejeitava o Movimento Moderno), o Design Radical na Itália,  o Pop Design, o Descontrutivismo e o Pós Modernismo.

Os engenheiros e designers mostrados aqui estão fizeram parte desta história, sumaria e superficialmente contada acima.

1900 – Empresa Thonet, Fr ank Lloyd  Wright, Henry Van de Veld, Mackay Hugh Baillie Scott, Otto Wagner

1910 – Gerrit Rietveld, Josef Hoffman, Leopold And Gustav Stickley

1920 – Eileen Gray, Le Corbusier, Marcel Breuer, Mies Van der Rohe

1930 – Alvar Aalto, Antonio Bonet, Gerrit Rietveld , Marcel Breuer, Mies Van der Rohe

1940 – Charles e Ray Eames, Charles Eames & Eero Saarinen, Eero Saarinen, Hans Wegner, Isamu Noguchi, Jens Risom

1950 – Alvar Aalto, Andre Bloc, Arne Jacobsen, Charles e Ray Eames, Eero Saarinen, Flavio de Carvalho, Florence Knoll, Frank Guille, Greta Grossman, George Nelson, Harry Bertoia, Mies Vander Rohe, Poul Kjærholm,Pierre Paulin, Sérgio Rodrigues,

1960 – Achille Castiglioni , Eero Saarinen, Eero Aarnio , Franco Albini, Hans Wegner, Harry Bertoia, Pierre Paulin, Verner Panton

1970 – Eero Aarnio, Pierre Paulin, Michel Ducaroy, Sérgio Rodrigues

1980 – Tom Dixon

1990 – Eero Aarnio, Mario Bellini,Frank  Gehry,Aida Boal

FONTES

hivemodern.com, tribu-design.com, designboom.com, ruksliving.com, boluxat.com, danish-furniture.com, en.wikiçpedia.org, designaddict.com, hoespunvintagedesign.co.uk, 1stdibs.com, treadwaygallery.com, r2othcentury.com, guimar-interiores.com.br e aidaboal.com.br