6a. Década

Voltar para Clássicos do Design

Ir para 1960

1950

1) Arquiteto / Designer : Alvar Aalto (ver 1930)

Alvar_Aalto2

Arquiteto e Designer : Andre Bloc (Algéria 1896-1966) – Arquiteto, escultor, editor e fundador de inúmeros jornais especializados. Se mudou para a França em 1898, estudou engenharia até 1920 quando começou a trabalhar em fábricas de motores e turbinas. Em 1921 conheceu Le Corbusier, que influenciou sua carreira, tornando-se então, arquiteto. Em 1922 se tornou secretário geral do jornal Science et Industrie. Em 1923, tbém secretário geral do jornal “Revue de l’ingénieur“. Em 1924 fundou o jornal “Revue général du Caoutchouc” e em 1920 o “L´architecture d´Aujourd´hui“. Em 1940 se tornou escultor. De 1949 em diante, fundou diversos jornais, entre eles o “Art d’Aujourd’hui.” Em 1949, criou, com outros artistas o grupo Espace com objetivo de trazer as idéias do construtivismo e neo-plasticismo para a arena urbana e social. Eles consideravam a arquitetura, pintura, esculta e arte em geral como um fenômeno social. De 1952 até 1966 trabalhou como escultor e decorador.

andre Bloc

 

Designer : Arne Jacobsen (1902 – 1971) – Arquiteto e designer dinamarquês que é exemplo do chamado estilo Dinamarquês moderno. Recebeu diversos prêmios por seu design original, muitas peças são clássicas. Dentre as mais famosas, as cadeiras Ant (1952), Swan (1958) e Egg – as últimas desenhadas para o Hotel Radisson SAS, projetado por ele, assim como a Modelo 3107 tbém chamada Número 7, famosa pela foto de Christine Keeler nua em retrato de Lewis Morley em 1963.

arne_Jacobsen2

Designers :Charles (1907-1978) e Ray Eames (1912-1988) – Ver 1940

eames33

Aqui um vídeo, quando do lançamento da mais famosa poltrona do mundo, a Lounge Chair

 

Arquiteto / Designer :Eero Saarinen (1910/1961) – Arquiteto nascido em Helsinki , filho de Eliel Saarinen, famoso arquiteto. Emigrou para os EUA em 1923 e estudou Arquitetura em Yale. E, 1935 deu aulas na Cambrook Academy of Art.

Engenheiro / Arquiteto/ Escultor / Pintor / Designer,etc : Flavio de Carvalho: (1988/1973) – Engenheiro formado na Inglaterra, responsável pela obra do teatro municipal de SP em 1923, se liguou aogrupo de 22 . Construiu as 17 casas Vila AMérica nos Jardins, em SP e em sua casa, em Valinhos, a Fazenda Capuava, desenhou tudo, inclusive os móveis. Estes móveis só foram editados em série em 1980 por Adriana Adam na Nucleon 8. Entre eles, a poltrona Flávio de Carvalho, abaixo, com estrutura de ferro  e tiras de couro (reeditada pela FirmaCasa), até hoje atualíssima.

Designer :Florence Knoll – (1917-       ) – Americana – Arquiteta e designer de móveis. Estudou com Mies Van Der Rohe e Eliel Saarinen. Formou-se na Kingswood School em 1934 e casou com Hans Knoll em 1943, quando começou a trabalhar com ele. Juntos fundaram uma companhia de móveis modernistas, no estilo escandinavo. Depois da morte do marido, comandou a Knoll. Minimalista, seus móveis misturam madeira, metal e laminados. Se aposentou em 1965.

Designer :Frank Guille (1926 – 1997) – No início dos anos 40, Frank estudou com Robin Day e  John Cole na  Beckenham School of Art.  Depois de servir à Marinha estudou Design de mobiliário na Royal College of Art sobre a direção de Gordon Russell.  Em  1950, Guille viajou a exposições do Kunst Akadamiet em  Copenhagen onde, sob a direção de Kaare Klint, ganhou o conhecimento da forma que modelou seu trabalho de design  na sua carreira. De 1960 até 1992 Gille obteve diversas posições no Royal College of Art, até chegar a Designer. Em 1953,  depois de 2 anos como assitente de Wells Coates (arquiteto modernista) , iniciou seus próprios trabalhos.Foi consultor da Kandya Ltd até 1976.  Em 1956 desenhou um conjunto de módulos para cozinha (Trimma, abaixo) que além de excepcional qualidade, introduzio a idéia de unidades modulares, que podem ser incorporadas em diversos layouts diferentes. Uma idéia que persiste até hoje.

Arquiteta /Designer : Greta Grossman (1906 – 1999)Teve uma produtiva carreira por 40 anos em 2 continentes: Europa e EUA, com trabalhos em design industrial, design de interiores e arquitetura. No final de 1920 terminou um ano de aprendizado de marcenaria na sua cidade natal (Helsingborg, Suiça) e ganhou uma bolsa de estudos para a Konstfack (Högre Konstindustriella Skolan)  instituição de artes de Estocolmo. Lá esmerou-se no desenho técnico e focou seu design original em mobiliário, tecidos e cerâmicas. Em 1933  ganhou o 2o. lugar em design de mobiliário pela Stockholm Craft Association (foi a 1a mulher a receber um prêmio nesta categoria). EM 1934, a Swedish Society of Industrial Design lhe deu uma bolsa para viajar e reportar suas observações sobre o design de interiores e arquitetura da Europa para a seção “Women and Home” do jornal Nya Dagligt Allehanda. Em 1933, ela e Erik Ullrich abriram um Studio, loja e workshop em Estocolmo. Desenhou mobiliários e interiores e chamou a atenção da midia, com exibições na Galerie Moderne, meca cultural de Estocolmo na época. Em 1933  casou com Billy Grossman com quem emigrou para os Estados Unidos em 1940, morando em Los Angeles. Abriu uma loja em Bervely Hills em 1940 onde vendia produtos do seu próprio design. Teve clientes importantes, como Greta Garbo. Trabalhou na  Barker Brothers’ Modern Shop (criada em 1947).  Nos próximos 20 anos produziu para as empresas Glenn, Sherman Bertram, Martin/Brattrud e Modern Line. Entre os anos 40 e 50 os designs de Greta foram incluidos em inúmeras exibições e exibido em instituições como The Nationalmuseum (Estocolmo), Röhsska Museet (Suiça), Museum of Modern Art , Museum of Industry and Science  e  Young Museum (EUA).

Designer : George Nelson (1908 Hartford, EUA – 1986) – Foi, junto com Charles & Ray Eames, um dos pais do Modernismo americano. Depois de se graduar na  Hartford Public High school em 1924, estudou arquitetura e artes plásticas em Yale. No último ano foi contratado pela empresa de arquitetura Adams and Prentice como desenhista. Conheceu Eliot Noyes, Charles Eames,  Walter B. Ford e Ludwig Van Der Rohe. Casou, em Roma, com Frances Hollister.  Nos EUA tornou-se colunista e apresentou à América, através da publicação Pencil Points,  Mies Van Der Rohe, Le Corbusier e  Walter Gropius entre outros. Por volta de 1940 começou a chamar a atenção por seus conceitos inovadores. No seu livro “Tomorrow’s House”, em parceria com Henry Wright, introduziu o conceito de “family room”  e “storage wall”. Este último foi uma criativa solução para um problema que não estava ligado a arquitetura: Enquanto escrevia o livro, seu editor o pressionou para terminar a seção sobre armazenamento. Nem Wright, nem Nelson conseguiram encontrar qualquer inovação que solucionasse as demandas do consumismo, quando Nelson questionou: “O que há dentro das paredes?” , tendo então, a idéia de utilizar o espaço entre as paredes para armazenamento, nunca pensada antes.  Até 1945 a companhia de Mobiliário de Herman Miller estava iniciando o movimento para o mobiliário moderno. O Diretor da empresa, D.J.Depree contratou George Nelson como diretor de Design da empresa, dando-lhe  a liberdade de trabalhar fora da companhia e usar designers de outros arquitetos. O 1o. catálogo da Herman Miller  produzido por George Nelson iniciou uma colaboração que resultou em alguns dos mais famosos mobiliários do século XX – Ray e Charles Eames, Harry Bertoia, Isamo Noguchi, etc trabalharam para Herman Miller. Dali em diante, até o anos 80 seu escritório trabalhou para e com os melhores da época. Sua empresa, a George Nelson Associates tbém desenhou para a Herman Miller.


 

Designer : Harry Bertoia –  (1915, Itália -1978)  – Emigrou em 1930 para os EUA. Formou-se em 1936 na Cass Technical Hight School de Detroit. Foi bolsista na Cranbrook Academy of Arts, onde estudou design, arte e joalheria  e  deu aulas de 1939 a 1943. Em 1937 recebeu uma bolsa para estudar na Cranbrook Academy of Art, onde conheceu Walter Gropius,  e Ray e Charles Eames.Em 1939 abriu sua própria loja, onde trabalhava com joias  e metais. Em 1943, casou com Brigitta Valentiner, e mudou-se para California, indo trabalhar com Charles e Ray para a Companhia Evans Product.  Em 1950 se mudou para a Pennsylvania, abriu um estudio e trabalhou com Hans e Florence Knoll. Durante este período desenhou 5 peças de fio metálico que se tornaram conhecidas como a Coleção Bertoia para a Knoll, dentre elas a Diamond Chair.Depois disso se dedicou à escultura.

 

Arquiteto / Designer : Mies Van der Rohe (ver 1920 para ler sua história)

Designer : Poul Kjærholm (1929–1980) – Graduado na Copenhagen School of Arts and Crafts em 1952, lá deu aulas até 1956.  Sua carreira acadêmica levou-o a Royal Danish Academy of Fine Arts em 1959  onde chefiou o Institute of Design a partir  de  1973. Desenvolveu uma ideologia artística muito cedo. O contraste entre os aspectos esculturais e arquitetônicos foi o maior fator de sua ideologia – o efeito encontrado ao se colocar uma peça de mobiliário em um espaço arquitetônico. Seu design é caracterizado por elegância, linhas claras e atenção ao detalhe – modesta em significados, mas rica na expressão. Ele sempre considerou a funcionalidade um requerimento absoluto. Usou metais sempre combinados com outros materiais, como madeira, couro, etc. Alguns de seus trabalhos estão em exposição permanente no MoMa em N.York e no V&A Museum em Londres. Ganhou muitos prêmios, incluindo 2 Grand Prix em 1957 e 1960, o Lunning Award em 1958 e o ID Award em 1973.

Designer : Pierre Paulin

Designer : Sérgio Rodrigues

 

Voltar para Clássicos do Design

Ir para 1960