Contratando o serviço

O (A) Designer de Interiores normalmente trabalha da seguinte forma (existem variações que dependem do(a) profissional e também do trabalho a ser feito):

Inicialmente ele(a) conversa com vc. Ele(a) deve conversar muito sobre o uso do ambiente,  hábitos, desejos,  gostos,  necessidades (suas e dos demais moradores). Durante esta conversas poderá dar algumas ideias, desenhar alguma coisa, fazer algumas medidas, falar sobre possíveis soluções, etc.

Fotos de homedesignfind marionhearts www.younghouselove.com

A partir daí ele(a) poderá lhe fazer uma proposta com orçamento e prazo, para execução do projeto (que discutirá com você muito, antes de realmente executar).

Caso vc aceite o proposto, deverá ser elaborado um contrato onde constará a proposta aceita.

Este projeto será apresentado à você através de plantas e desenhos, com nível de detalhamento que depende da complexidade do trabalho a ser feito. Podem (e devem) ser apresentadas mais que uma solução para sua escolha.

Neste momento é fechado o formato final e são definidos  materiais, cores, móveis, etc. Todas as suas dúvidas devem ser sanadas e você deve ter uma noção muito clara de como ficará seu ambiente após o serviço.


Fotos de CasaAbril e projetos do Simples Decoração

Os profissionais que executarão os serviços necessários podem ser contratados por ele(a) ou por você.

Ele(a) pode se responsabilizar por todo o trabalho ou acompanhar a execução, depende do que você desejar ou da forma de trabalhar do(a) designer.

Dependendo da complexidade, será necessário um cronograma com as etapas a serem cumpridas, seus prazos e desembolsos necessários.

De todas estas decisões dependerá o custo final do trabalho, que deverá ser previsto (ou fechado, fixo) pelo(a) designer no contrato de trabalho, assim como a forma de pagamento.

As compras de materiais, móveis, etc necessários poderão ser feitas pelo(a) designer ou por você com a supervisão ou acompanhamento do(a) profissional, o que também deve ser decidido por vocês antes da aceitação e início dos trabalhos.

Enfim, todos os detalhes devem ser discutidos e acertados antes da aceitação, pois, normalmente, qualquer modificação ou questão não resolvida pode se transformar em gastos extras nas fases posteriores.

Durante o trabalho, se este tiver um prazo maior,  reuniões de acompanhamento devem ser feitas com o(a) designer e os responsáveis pelos serviços que estão sendo executados. É muito importante o seu acompanhamento e compreensão do que está sendo feito.

É claro que problemas sempre podem acontecer, tais como atrasos em entregas de materiais, necessidade de troca de algo que foi planejado mas por alguma razão não é possível realizar da forma planejada, etc. Nestes casos é necessário entender se o fato ocorreu por erro de alguém ou por um imprevisto impossível de se prever  (por exemplo, a necessidade de modificar uma instalação hidráulica planejada foi  porque a planta original do ambiente não apresentava um detalhe que impossibilitou a sua instalação ou o responsável instalou erroneamente porque não seguiu a determinação do arquiteto ?).  Por isso, quanto mais profundo for o estudo preliminar, mais detalhado o planejamento e maior o envolvimento do cliente e o acompanhamento, mais chances de sucesso o projeto terá.