Guia Sala

Dicas para Hall, Sala de Estar, Jantar e Home Office (Escritório em casa)

 Um guia sala completo !

– Para iniciar e facilitar a decoração (e isso vale para qualquer ambiente), siga estas dicas gerais:

0) Não tenha pressa.

1) Pense no uso na funcionalidade

O que você vai fazer no ambiente ? (ler , ver tv, estudar, comer, etc.) e no número de pessoas que normalmente vão usá-lo. Imagine como pode dividir a área para cada atividade (para ajudar, leia este post onde falo sobre distribuição dos móveis). 

2) Pense no estilo e clima que deseja,

Leia revistas, pesquise blogs, veja fotos, busque inspiração. Veja: Misturando estilos na decoração .

3) Planeje as cores

Crie uma paleta de (poucas) cores que combinem entre si para serem as cores principais do ambiente.  As cores que escolher devem combinar com as que já existem e não serão modificadas (piso, etc.). Leia sobre cores e suas harmonias na série sobre Cores que escrevi, que começa aqui. Você pode usar cores contrastantes, neutras , harmônicas… Veja aqui como combinar padrões,  e aqui uma ideia de como escolher as cores.

Sala de estar com poucas cores - guia sala
Projeto: Gam arquitetos

  Veja que poucas cores foram usadas nesta sala. Limite a quantidade de cores para facilitar sua harmonia

4) Defina os grandes móveis essenciais

E só depois compre tapetes, quadros, cortinas, acessórios, etc. Não esqueça que áreas vazias são necessárias para a circulação.

Veja as medidas de todos os móveis que quer comprar e desenhe o espaço que eles vão ocupar no ambiente (com giz, colocando jornal no piso, enfim..) e ande pelo ambiente como se eles estivessem lá.

Cadeiras, poltronas e sofás precisam de mais espaço – já que alguém vai sentar e levantar deles. Gavetas, portas e janelas precisam ser abertas – não deixe um móvel atrapalhar.

5)  Decida o layout (disposição dos grandes móveis)

E depois a iluminação e, se for o caso, o forro. Inicie com a iluminação funcional – aquela necessária para as atividades – e depois as decorativas. Ilumine bem ambientes pequenos. Isso ajuda a parecer maior. Veja: Dicas para iluminar a mesa de jantar .

6) Evite ter todos os móveis com a mesma altura

Fica monótono!. Alguns móveis podem ter estilos diferentes mas devem ter algum elemento comum com outros itens do ambiente.

7) Evite  ter cores vívidas, estampas, texturas, detalhes demais – tudo junto – principalmente em ambientes pequenos

Escolha um item para ser o ponto de maior atenção do espaço e faça dos outros coadjuvantes. Se quiser colocar muitos itens, use poucas cores diferentes. Veja: Dicas para Decorar mesas de centro e apoio  

É muito difícil conseguir harmonia e equilíbrio em um ambiente com muitas cores, estampas, detalhes e texturas. E ele é mais fácil de cansar. Nesta sala, os móveis em branco e bege tentam equilibrar as estampas (quadro, poltronas, almofadas, tapete) e o rosa forte das paredes – que, na minha opinião, poderia ser menos saturado ou acinzentado, o que possivelmente daria mais harmonia para a sala.

8)  Evite alinhar os móveis junto à parede em espaços amplos

Deste jeito a circulação terá que ser no centro e vai atrapalhar a funcionalidade. É melhor criar uma área central e fazer um corredor de circulação externo. Crie áreas separadas usando móveis, tapetes e/ou divisórias baixas. Veja: E quando o sofá não ficar encostado na parede?

sala de estar

Aqui, neste grande ambiente, o espaço de circulação é entre as áreas  de estar, jantar e cozinha

9) Assentos baixos podem ser relaxantes, mas difíceis de usar por pessoas idosas.

Para elas, braços altos e firmes são mais confortáveis e seguros.

10) Havendo som em alto volume, observe a acústica do ambiente.

Uma boa distribuição das caixas de som e o uso de materiais acústicos é o ideal – consulte um especialista.

QUANDO A  SALA É  PEQUENA

 1) Priorize o básico

Sofá, mesa e cadeiras de jantar, rack ou estante, mesa de centro e/ou apoios laterais, se houver espaço. Veja: Escolhendo móveis para sala pequena

2) Móveis sob medida e estreitos aproveitam melhor o espaço

  Prefira os de linhas retas e simples. Se o piso, parede e teto são claros, você pode usar móveis escuros, que parecem ocupar menos espaço visualmente.

3) Atenção aos sofás e poltronas

Escolha sofás com braços estreitos, com profundidade de 90/95 cm e poltronas pequenas.

4) Abuse dos móveis multiuso

Puffs que podem ser usados como mesa e assento. Use tbém Móveis extensíveis, que possam ser embutidos, colocados sob outros ou empilháveis.

guiasala5arquiteturadoimovel-houzz2Móveis estreitos, braços finos nos sofás e cadeiras

5) Evite pequenos tapetes

Eles fracionam o espaço. Um único piso em todo ambiente dá sensação de amplitude. Veja: Dúvida eterna – Os tapetes na sala

6) Pense em  portas de correr, prateleiras e tecidos leves – Economize espaço

– Use prateleiras, mas não as “encha” de objetos. Deixe espaços livres.

– Escolha tecidos leves (não encorpados) para as cortinas e modelos simples (sem babados, xales, etc).

7) Use mas não abuse dos espelhos

Vidro, metal e transparências fazem a decoração ficar leve;

8) Escolha cadeiras na mesa de jantar que se encaixem sob o tampo

Assim você ganha espaço quando elas não estiverem sendo usadas. Outra boa opção são os bancos (pode ser de um lado só da mesa) com a mesa tendo pés centralizados para facilitar o acesso. Veja: Como colocar cadeiras diferentes na mesa de jantar  

9) Evite diminuir o pé direito

Prefira tetos sem detalhes rebuscados (sanca, gesso) e mantenha o mínimo de 2,50 de altura do piso até o teto.

10) Atenção à posição da TV

TV oposta ou à frente da janela não é bom, pois a luz da janela atrapalha a visualização. Pense no uso do ambiente quando vendo a TV e tbém quando conversando. Ele deve ser funcional para as 2 atividades. Veja: Como escolher o rack para sua sala pequena 10 dicas para uma sala pequena

11) Você não precisa usar branco em todas as paredes. Mas:

  • Evite paredes em cores quentes e vivas (como vermelhão, laranja vivo, amarelo vivo). Se quiser usar alguma destas cores, escolha a menor parede e coloque nela muitos quadros com fundo branco ou em cores claras.
  • Evite grandes contrastes (se quiser uma parede em branco e outra com vermelho prefira um cinza claro no lugar do branco e tente um vermelho com um toque de cinza, mais atenuado)
  • Uma parede de fundo em uma cor fria acinzentada vai dar a impressão que a sala é mais comprida.

  HALL

A entrada da casa  é  a primeira impressão que se tem dela, onde acontece a recepção do visitante. Portanto, deve ser clara, bonita, dar “boas vindas”  e mostrar algo da “personalidade” da casa, sendo harmônica em estilo, cores, etc. Veja: Decorando a entrada da casa ou apartamentoComo decorar um hall (ou criar um) 

Não coloque móveis “de costas” para a porta de entrada. Caso seja necessário, use um aparador ou estante vazada atrás dele. Evite que uma pessoa na porta da casa tenha a visão de toda a sala. Isso diminui a sua privacidade e expõe sua casa.

É bom ter um lugar para guarda de pequenos objetos  e um espelho para a pessoa dar a última “checada” antes de entrar ou sair. 

Se não tem espaço para um hall, dê atenção ao piso e a parede da entrada. Se for possível, coloque plantas, uma mesinha ou aparador.

 guiasala6arquiteturadoimovel-areformadoap504-332x500 guiasala7achados-Small-Apartment-That-Speaks-Volumes-14-429x500

  ALGUMAS MEDIDAS IMPORTANTES

– Distância entre mesas de centro e assentos – Entre 40 e 60 cm. 

Altura da mesa de centro – Entre 40 e 50 cm, confortáveis para acesso quando vc está sentado no sofá.

– O tamanho da tela da TV deve ser compatível com o tamanho do ambiente. E a distância da tv ao assento, segundo alguns especialistas, deve ser encontrado multiplicando 7,62 pelo tamanho da tela em polegadas. (EX.: 32 polegadas -> 2,40 metros).

guiasala8espaco2jpgMantenha a circulação em torno da mesa de centro, com a distância máxima de 60 cm para as pessoas poderem acessar a mesa quando sentadas. Mas, quando há uma área de circulação (por exemplo, entre o rack e a mesa de centro no desenho acima, pois há 2 portas nos extremos), aumente para 90 cm a 1 metro.

A SALA DE JANTAR

– Mesas de jantar redondas dão maior intimidade. Devem ter, no mínimo, de diâmetro: 60 cm para 2 pessoas; 90 para 4; 110 para 5; 120 para 6 e 140 para 8 pessoas.

Aparadores (para auxílio à mesa de jantar, onde serão colocadas e guardadas louças) devem ter no mínimo 40 cm de profundidade.

guiasala9Distâncias e alturas – Mesa de Jantar

  • A distância entre a cadeira e a parede deve ser, no mínimo, de 50cm. Se entre a parede e a cadeira for uma área de passagem, esta distância deve ser maior: no mínimo 60cm a 70cm. O ideal seria 90cm. Para cada cadeira deve haver um espaço de no mínimo, 45 cm na mesa (com uma cadeira estreita, claro). O ideal seria 60 cm.

– A altura das mesas é entre 70 e 75 cm. A distância entre tampo e assento: 25/30 cm. Distância entre lâmpada sobre a mesa e o tampo deve ser de 80 a 90 cm no mínimo, dependendo do tipo de pendente.

– Cadeiras de mesa de jantar, tem, no mínimo 45×45 com altura de 45cm. O espaço para cada pessoa em uma mesa quadrada ou retangular, deve ser de uns 60 cm de largura com 30 a 40 de profundidade. Para 4 pessoas em mesa retangular  110 x 80 seria o mínimo ideal.

ESCRITÓRIO / HOME OFFICE

Algumas vezes a sala tbém possui uma área com esta função. Ele deve ser mais separado do restante. O ideal é um ambiente   perto da entrada que proporcione certa independência do restante da casa, principalmente se recebemos visitas para tratar de negócios. Veja: Um home-office do jeito que vc precisa

Alguns móveis/equipamentos: cadeira, mesa, poltrona para leitura com iluminação específica, estantes (muitas!), computador e, se necessário – para a função de quarto de hóspedes no mesmo ambiente – um pequeno sofá cama.

– Na escolha do lugar do computador  evite cantos onde a luz da janela fique atrás ou de frente para o usuário do computador. Sobre a bancada deixe uma área para livros e cadernos.

– Não esqueça da ergonomia! Apoio para punho e antebraço é muito importante. E cadeiras específicas, com ajustes, principalmente se vc ficar muitas horas no computador. Veja: Home-offices – trabalhando com prazer .

– Não esqueça de uma boa iluminação (do lado esquerdo para os destros).

guiasala10idealhomemagazinedotcodotuk331

Algumas Medidas para escritório

– Altura do tampo da bancada : Entre 65 e75 cm; Largura mínima: 60 cm. Siga a regra de ao digitar o braço ficar dobrado a 90 graus e os punhos sempre amparados.

– Cadeira com braços e rodas, encosto regulável, assento com 40cm de profundidade e mínimo de 42 de altura. Os pés tem que tocar o chão. Os joelhos tbém à 90 graus. Atrás da cadeira, deixe uns 70 cm livres.

Posts que mostram ideias para Home Offices: Clique aqui

ÁREA DE CIRCULAÇÃO

– Deve ser  clara e livre de impedimentos, principalmente se vc tem crianças e idosos. Evite acidentes! É importante considerar o posicionamento das portas e permitir boa circulação entre elas. Veja : 22 ideias para decoração de corredores 

CORES

– Tendendo ao laranja e amarelo (sem exageros para não cansar) criam um ambiente luminoso e alegre; Veja: Cores da terra para decorar a sala  .

– Azuis e verdes (cores frias) são relaxantes. As cores frias em tons não saturados nas paredes tendem a aumentar visualmente o ambiente.

– Branco e cores quentes (vermelho, laranja, amarelo) “aumentam”  o tamanho de um elemento, já preto e cores frias “diminuem”. As cores quentes nas paredes tendem a diminuir visualmente o ambiente.

– É melhor usar estampas ou detalhes “da moda” em acessórios e almofadas, pois podem ser trocados facilmente.

ILUMINAÇÃO

– Ela deve ser diferenciada para cada atividade nas salas: para ver TV a iluminação deve ser mais fraca e indireta; para ler, deve haver iluminação direcionada e mais forte; Use a iluminação para enfatizar ou para esconder o que desejar. Veja: Iluminação – Valorizando a decoração

guiasala11casaejardimsalausodeespelho1

EXEMPLO ANTES E DEPOIS – MELHORANDO UMA SALA

Usando algumas das ideias acima e outras que vc entenderá facilmente, vamos melhorar algumas salas:

sala312Analisando a sala ao lado:

– O sofá que divide a sala não tem apoio para a coluna. Será desconfortável para muito tempo de uso. Como é de alvenaria, vou deixar assim, para não modificar muito a sala.

– As cadeiras  não permitem que pessoas nelas sentada participem com conforto de uma conversa.

– A luminária é deselegante e a tomada visível – o que deve ser evitado.

– Falta  uma mesa de centro. Isso causará desconforto quando o usuário estiver com algo nas mãos.

– Os quadros são pequenos e muito distantes um do outro. A arandela está mal posicionada.

– As almofadas são muito grandes e nada acrescentam e  o piso branco dá uma sensação de frieza.

Enfim, a sala é “sem graça”, fria, sem vida e desconfortável. Concordam ? Vejam abaixo uma possibilidade que esbocei:

Encosto para o sofá na parede, mesa central, tapete, arandela na lateral, um quadro que preenche melhor a parede, mesa lateral no lugar da cadeira (que pode ser um puff tbém), almofadas em cores mais vibrantes, alguma cor na parede lateral e o ambiente ficou, com poucas modificações, mais agradável de estar.

Mais 2 exemplos de salas que podem ser melhoradas:

A sala ao lado apresenta diversas questões mal resolvidas:

– Com a parede escura, é péssimo que os sofás sejam mais escuros ainda – o ideal seriam sofás em cores mais claras.

– O excesso de elementos e padrões de almofadas cria uma sensação de desordem – melhor seria escolher as almofadas de acordo com as cores usadas na sala.

– O tapete, feminino,  destoa do ambiente, masculino.

– Os quadros não combinam com o ambiente, são pequenos e estão desalinhados.

– A mesa de centro é pequena e está entulhada de coisas

– Os sofás estão muito distantes, dificultando a criação de um ambiente aconchegante para conversação. A disposição dos móveis não ocupa o espaço de forma equilibrada e não é funcional. Seria possível, por exemplo, colocar os 2 sofás frente à frente.Isso já melhoraria bastante o aspecto e uso da sala.

Normalmente, pecamos pelo excesso. Mas a sala ao lado peca pela falta. Falta de conforto, com estes móveis duros e falta de adornos;  O quadro tem formato e tamanho que não são apropriados (o melhor seria que ele fosse “deitado”). O tapete tem uma cor neutra e clara que até funciona com o piso escuro, mas o seu tamanho e posicionamento não estão corretos.

Percebemos que os ambientes podem ser muito melhorados se:

Analisarmos as proporções dos elementos em relação ao tamanho do ambiente: Acessórios decorativos pequenos ou grandes demais; Excesso de acessórios; tapetes e quadros desproporcionais; Muitos móveis em ambientes pequenos; ou móveis grandes demais para o ambiente, etc.

Diminuirmos a quantidade de cores diferentes no mesmo ambiente, escolhendo um grupo de 2 ou 3 e uma delas como a principal; Isso não é uma regra, mas facilita a harmonia.

Usarmos sabiamente a iluminação, variando iluminação direta, indireta, focada, difusa, de forma a criar cenários diferentes no mesmo ambiente para momentos diferentes.

Pensarmos no uso do ambiente no dia-a-dia: O que falta ? O que traria mais comodidade ? O que sobra ? O que atrapalha ? O que nunca é usado?

Pensando sobre o ambiente, medindo-o, medindo os itens que pretende colocar neles, fazendo a decoração devagar, começando pelo indispensável e acrescentando aos poucos os demais itens, você terá tempo para se sentir no ambiente e descobrir o que lhe faz bem nele e a melhor forma de usá-lo.