Este período pode ser feliz, mas tbém é muito estressante, não é mesmo? Então, para acalmar a mente, vamos brincar um pouquinho: Uma coisa é um erro na decoração e outra é uma maluquice ou extravagância ou um experimento, quase uma instalação artística, vamos dizer assim.

A diferença entre os 2 é que o erro nunca dá certo (é erro, ora bolas!) seja estetica ou funcionalmente ou as 2 coisas. No erro pode estar envolvida uma idéia maluca, é claro (aí é um “erro maluco”).

 Já a maluquice pode não ” funcionar” (quando se torna uma “maluquice errada”) ou funcionar e ser uma coisa muito legal.

 Como é que se anda nesta sala ? E imagina a briga no último capítulo da novela para sentar no sofá da direita ?

Este é um erro acho que causado pela preguiça de pegar um vidrinhos e colocar as velas dentro. Este é um “erro incendiário” (taí , outra categoria, rs!)

Um dia vc esquece que colocou a cama nesta posição impossível, acorda, tenta sentar rápido na cama e vai parar no hospital… Este é um “erro suicida – ou homicida”.

Esta é a casa daquelas pessoas que são o rei e a rainha do castelo, né não? E os pobres vassalos ficam nas cadeiras  proporcionalmente minúsculas, sendo que 2 deles serão espremidos até o sufocamento na parede laranja. “Erro egóico e sádico”, hehehe!

Os vaso são só para ficar bem na foto, é claro. A não ser que o pessoal tenha brigado e não queira nem se ver..Quem perdeu a briga fica de castigo espremido nas cadeiras da direita. “Erros causados por brigas em família”.

Imagina que vc festejou o Natal e vai subir a escada meio “alto(a)” e vendo tudo meio torto… Inclusive os degraus! Até aí tudo bem, vc está bêbado(a) vai cair e vai achar graça!  Mas se for de noite, tudo meio escuro e vc arrumou um quartinho bem legal no 2o. andar para sua sogra passar a noite e deu 1 litro de água para ela antes de dormir e o banheiro é no 1o. andar… este erro pode lhe levar para a cadeia… Olha lá, hem?

 

 Explica prá mim como é que se senta lá do outro lado dessas mesas ? Já sei! Passa por baixo da mesa que nem a Ana Maria Braga faz (ou fazia, sei lá..). Isso eu chamo de  “erro maluco”.

eparalimpar34_e27b4b89ca_o

É isso mesmo que vc está pensando: Uma parede de penas – não me pergunte de que animal pq eu não consegui parar de espirar e não deu prá ler – A empregada já pediu demissão irrevogável. Até porque ela está achando que as penas vão pegar fogo com aquele candelabro aceso muito tempo… Isso eu chamo de “maluquice errada”.

Eu tbém amo a natureza, mas.. cara, pelamordeDeus! E na 2a foto outra decoração ótima para perder empregada.

Da 1a foto só posso concluir uma coisa: A pessoa foi tomada por 2 espíritos: O de Natal e o assassino. E acho que é a mesma pessoa que criou este adereço assustador (ao menos prá mim) e colocou no aparador… Siniiiiiiiiistro!

Sinceramente ? Não sei o que é erro e o que é maluquice ! Fiquei confusa com este post! Vc tbém ???

30 COMENTÁRIOS

  1. Acho que o pessoal da LanHouse achou que eu sou maluca. Mas me acabei nas gargalhadas…Seu blog é Mara!Venho sempre aqui dá uma olhada.Leitora tímida.Mas como tudo que é legal merece um elogio, Resolvi me pronunciar.rrsrrsr.Xeruuuuuuuu

  2. Rosana, dei mta risada com as fotos e, principalmente, com seus comentários! Cada coisa, né?

    Bom, um Feliz Natal pra vc e um abençoado Ano Novo!

  3. Olha essa materia me fez rir bastante ! heheehhe, bem legal, e divertida, obrigada, por me deixar melhor, com as risadas, e aprender a nao fazer essas doideras ! agora o da cabeca das bonecas,é extremamente assustador ! hehehehe, pessoa muittooo doida.

  4. Ah, muito bom esse post. Mas confesso que além do medo pelo “dano físico” que esses ambientes podem provocar, eles também povoarão meus piores pesadelos, rsrs.
    Cada coisa!!!
    beijos

  5. Oi, Tatiana,
    Obrigada pelo comentário. É claro que esta é uma foto de uma casa européia que tem este tipo de estrutura e distribuição, mas normalmente há algo (um baú, alvenaria, etc) que “alarga” a cabeceira da cama, de forma que a altura do teto, mesmo baixa, permita levantar de forma segura o que, parece, aqui existe, mas não é o bastante. E veja que há uma viga exatamente no lugar onde uma pessoa normalmente viraria o corpo para por os pés para fora da cama, outra coisa que dificulta o uso da cama. Acho que uma solução seria simplesmente trazer a cama um pouco mais para frente, afastando-a um pouco mais da parede. Não seria necessário retirá-la do lugar.
    Quanto a sentar na cama, juro pra vc que acordei um dia sentada, com as costas encostadas na cabeceira da cama, vc acredita ? Bem, se estivesse neste quarto talvez nem estivesse aqui para contar a história … hahahahhah! Um beijo !!!!
    Rosana

  6. Hahahaha… To rindo muito deste post!!! Sensacional!!!! Animou meu sábado de chuva!! ; )
    PS: to adorando ”Simples Decoração”
    bjbj

  7. Oi, tudo bem? Concordo com você que mobilidade e praticidade ficaram fora destas decorações. Não concordo entanto com o comentário da cama na janela. Em certos países, este tipo de teto “inclinado”é muito comum devido ao inverno rigoroso (muita neve no telhado). Em um quarto pequeno como este da foto, manter a cabeceira no teto inclinado é a melhor opção em minha opinião. Em qualquer outra posição, a cama bloquearia a passagem porque o quarto é pequeno. Qualquer outro móvel na janela seria de difícil acesso. Sem contar que quando uma pessoa senta-se na cama pela manhã, ela se senta na metade da cama e desta forma não bateria a cabeça no teto.
    Bom, essa é minha opinião. Gosto não se discute, né? *rs*
    Parabéns pelo trabalho no blog. Curto bastante. 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui