Cozinhas abertas para sala ou cozinha integrada à sala ou “sala,quarto,cozinha, tudo junto“… já falei sobre isso por aqui. mas vamos falar da hora em que você já decidiu que vai reformar ou construir e quer realmente ter uma cozinha no mesmo ambiente da sala: Quais devem ser suas preocupações? Vamos ver, do teto ao piso, o que você precisa avaliar:

Uma cozinha mais ou menos aberta para a sala, que tem suas vantagens, pois não fica tão exposta(foto: decorfacil). Mas vamos falar tbém das bem mais abertas aqui.

Iluminação:

 A iluminação da cozinha deve combinar, no estilo, com a iluminação do ambiente do qual faz parte. Além de bonita ela deve ser funcional, iluminando sem criar sombras na iluminação geral (luminárias com luz difusa)  e bem claras e focadas nas áreas de trabalho (spots na parte inferior dos armários superiores são uma boa ideia) e sem modificar a cor dos alimentos (lâmpadas com alto IRC).

Quando a cozinha é aberta totalmente para a sala use lâmpadas com temperatura de cor similar (2700/3000 k). É preciso decidir se haverá ou não teto rebaixado e se ele será será rebaixado em todo o ambiente ou em parte dele.

Cores alegres na cozinha. O armário superior tem um tom claro e luminoso, que acompanha a geladeira e ajuda a não escurecer a área. Como todo o ambiente tem cores neutras, a cozinha é um ponto focal, o que aumenta a preocupação com mante-la organizada e limpa e diminui as opções caso se queira colocar cores no restante do ambiente, pois você terá que escolher cores que combinem com elas. Os armários são  fechados, o que diminui a “poluição” facilitando o uso das cores mais ousadas. 

O teto é sem rebaixamento. A iluminação segue o estilo industrial, com trilhos e luminárias pendentes. O duto da coifa de parede pode passar acima dos armários ou através da parede, onde for mais perto a área externa (este ambiente foi executado para a Mostra Morar Mais por Menos por Andressa Fonseca em 2014)

A decisão sobre a posição, modelo e forma de instalação da coifa de exaustão, seu duto, as instalações elétricas e hidráulicas (e, em alguns casos, até do ar condicionado) também devem ser tomadas pois se for decidida ou obrigatória a passagem destas instalações ou instalação de luminárias embutidas no teto, isso decidirá a exigência de rebaixamento e sua altura.

O cinza e prata da sala é repetido na cozinha. E a bancada com madeira, que contrasta com a do piso, aquece o ambiente inteiro. Cores neutras são ótimas para quem não quer ficar “preso” na escolha das demais cores usadas na decoração. Uma coifa de ilha cujo duto ou passa acima do rebaixo do teto – o mais provável – OU pela “viga” (que nesse caso, seria falsa – eu realmente não sei, mas seria uma solução caso não se queira rebaixar tudo). O revestimento da cozinha, apesar da mesmo cor do da sala, não é o mesmo. Provavelmente ele suporta melhor o contato com a água, como o porcelanato ou até um vinílico. A iluminação é discreta e embutida como a da sala (Projeto arquiteta Cristiane Schiavoni; foto: carlos piratininga)

Este ambiente, também em estilo industrial, além da iluminação geral por trilhos, possui spots na bancada, o que é extremamente funcional. O duto da coifa é exposto, uma liberdade que o estilo industrial dá. O piso, que parece cimento queimado, está em todo o espaço e ajuda na limpeza. E novamente as cores neutras (preto e branco) combinam com o estilo e ambiente sem forçar uma paleta mais estudada e permitem prateleiras abertas sem muita poluição visual . (foto: casatreschic).

Coifa

A coifa de exaustão é essencial em cozinhas abertas para a sala. Isso porque, diferente do depurador, ela, através de um duto, joga o ar para o exterior da casa ou apartamento. Para economizar e facilitar é bom que o fogão seja colocado perto de uma parede q se comunique com o exterior.

Se vc está olhando para alugar ou comprar um pequeno apartamento tipo kitnet com cozinha aberta e pouca ventilação (uma só janela em todo o apto, muito comum aqui) que não tenha como colocar uma coifa com saída de ar para o exterior ou vc come fora/pede comida pronta ou aceita nunca mais fritar um ovo sem ter que conviver com o cheiro por um bom tempo depois. Não estou dizendo que é impossível – eu mesma já vivi em um, mas há certos hábitos que temos que adequar. (foto: Tuacasa)

Observe as alturas e tamanhos de coifa recomendadas para o seu fogão e do duto, que estão nos manuais desses equipamentos. Também é importante que a coifa tenha potência (capacidade de sucção do ar – informada no manual da coifa); bastante para o tamanho do ambiente. Uma conta que é usada para saber qual a potência para seu espaço é multiplicar o volume (comprimento x largura x altura do ambiente) por 10. 

Uma instalação de coifa bem diferente. Armários inferiores em verde repetido na decoração, assim como a madeira. Os utensílios expostos chamam menos atenção porque as cores das prateleiras e parede são neutras. (foto: CasaeJardim)

Elétrica

Na cozinha a elétrica tem papel fundamental: Geladeira, freezer, forno, fogão,cooktop,  lava-louças, coifa, liquidificador, panelas elétricas,  torradeira, etc  e mais todos aqueles gadgets que às vezes facilitam a vida precisam de energia.E alguns, sistemas separados e/ou  tomadas mais “parrudas” (20A para lava-louça, lava-roupa, alguns fornos e microondas e ar-condicionado por exemplo – e com fiação diferenciada, sabia?). Tudo isso colocado de forma segura na melhor altura e posição para uso!

Ambiente com prevalência do branco e toques de preto e cinza. A cozinha é quase minimalista – a simplicidade dá certo em pequenos ambientes abertos (projeto: Oliva Arquitetura Foto: Daniel Lee)

Além das diversas luminárias, coifa, etc com suas fiações e interruptores.  E coisa difícil é te-las de uma forma agradável aos olhos, já que estamos em uma cozinha aberta, não é mesmo? Veja mais sobre as tomadas da cozinha neste post. Mas o mais importante é ter um profissional competente para realizar as instalações que ficam dentro das paredes e que você não vê.

(foto: ilumisul)

É imprescindível que a distribuição dos elementos principais seja definida considerando e prevendo tudo isso (e a hidráulica, abaixo), inclusive as posições e distâncias entre fogão, geladeira e fornos entre si e em relação às paredes, tomadas e fiação … pois isso pode causar problemas de funcionamento dos eletrodomésticos.

Paredes escuras, ambiente com pouca iluminação natural…A solução é usar cores claras nos móveis e piso, além de farta iluminação artificial. As linhas retas e simples dos armários fechados simplificam e dão leveza. O revestimento com as cores neutras já existentes no ambiente é perfeito para dar alegria sem chamar por demais a atenção. A coifa é embutida no armário superior (foto: r-design)

E não esqueça a segurança durante o dia-a-dia: Por exemplo: Colocar o micro-ondas (ou forno)  acima da altura dos olhos dos moradores da casa não é nada seguro! Imagine retirar um prato quente dessa altura? Imagine as situações do dia-a-dia!

 Perfeita combinação de simplicidade no design com luxo em todo o resto. A opção por não ter armários superiores trouxe a leveza minimalista para esta bela cozinha com forno embutido na parede lateral (onde está tbém a geladeira) (foto: home-designing)

A cozinha é uma área de trabalho, que precisa ser bem planejada para que tudo flua bem e o risco de acidentes, incêndios, etc, seja diminuído ao máximo.  E, no caso das cozinhas abertas, o cuidado com a estética, com o “como vai ser visto da sala?” deve ser uma preocupação constante.

Hidráulica/ Gás

Devido ao perigo natural no uso do fogo e da presença de gás, a instalação do fogão e fornos é assunto de normas técnicas detalhadas e há muito detalhamento também nos seus manuais de instalação, que informam o que você poderia chamar de detalhe, mas é super importante para sua segurança, considerando tanto os pontos de água como os de gás. Além disso, em muitos municípios, para que o gás de rua seja instalado será necessário passar por uma vistoria dos órgãos responsáveis. 

As cores acompanham o restante do ambiente nesta cozinha “separada” por uma grande bancada. O Espaço é grande o bastante para ter até uma área de serviço mais escondida no fundo (foto: Desvinter)

Uma das regras básicas de segurança para a hidráulica e o gás é que os seus registros sejam facilmente acessíveis para que, no caso de uma emergência, possam ser desligados com rapidez. Pense na dificuldade de fazer isso de uma forma bonita em uma cozinha aberta para a sala? E, pior, se você não tiver previsto isso antes? 

Enfim, acho que fica claro que planejar, construir e reformar uma cozinha – ainda mais aberta para a sala –  é uma atividade bastante complexa, percebeu? 

Revestimentos

Parece só a “cereja do bolo” mas pisos e paredes precisam ser revestidos com materiais que suportem o ambiente onde estão e garantam segurança para os usuários. Por isso, pisos muito brilhantes e escorregadios não devem ser usados na cozinha. Logo, se seu apartamento tem cozinha aberta para a sala a questão deve ser resolvida, mesmo que com o uso de revestimentos diferentes para a área da cozinha, mas mantendo a harmonia entre os espaços. 

Outra questão tem a ver com a facilidade de limpeza e a facilidade de quebra ou prejuízo dos materiais a serem usados. Em áreas de grande movimento e uso acidentes tem mais possibilidade de acontecer (estou falando de laca, vidro, espelho, puxadores pontudos, etc. que são belos e tem suas vantagens sabendo-se onde colocar). Pense nisso na hora de comprar. 

A durabilidade de áreas de grande uso, como bancadas é um fator de grande economia. Aquele mármore fabuloso e lindo não vai durar branquinho muito tempo como bancada de cozinha. Ele é poroso demais. O inox e alumínio riscam com facilidade… Escolha materiais com características que se adequem bem ao uso. É uma baita forma de economizar. Mais ainda em cozinhas abertas para a sala. 

Fora isso, ainda temos a questão da harmonia com o restante do espaço: Cozinhas em cores neutras são as preferidas pq facilitam a decoração (principalmente no quesito paleta de cores) e chamam menos atenção. Mas é claro que a cozinha pode ser o ponto focal do ambiente (temos uma foto-exemplo lá em cima). A propagação da luminosidade, muitas vezes baixa em pequenos ambientes pode ser ajudada com armários superiores claros (e, claro, boa iluminação). 

Enfim, falei muito e deixei muitos links para diversos outros posts. Mas deixei, é claro, muitos pontos de fora pois seria impossível falar de tudo. O que pretendi mostrar neste post é que a cozinha é sempre um ambiente complexo de se planejar e não deveria ser executado sem a ajuda de profissionais. E que a cozinha aberta para a sala acrescenta mais algumas questões importantes que devem ser estudadas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui