Simples Decoração - Porque o bom é simples

Cozinha

Quase tudo que você precisa saber sobre cooktops – Parte 1

Estou iniciando a reforma da minha cozinha (breve teremos novidades!) e aí fui fazer pesquisas, claro! Um dos itens que quero trocar é meu fogão, que já teve bem melhores dias. Ele é do tipo convencional, de pé e resolvi pesquisar mais fundo os cooktops… É esta pesquisa que quero dividir com vocês.

cozinhas-escuras_voceprecisadecor13

Começando do princípio:

As “novas” tecnologias dos  Cooktops não são nada novidade:  Uma das primeiras patentes de algo similar a um fogão elétrico  é dos fins de 1800 ! E de um fogão por  indução, de 1900! Para você ter uma ideia, a KitchenAid começou a fabricar cooktops em 1986!

r-designdotkievdotua111

Aqui no Brasil, já há alguns anos eles são o sonho de consumo de 10 entre 10 na hora de construir ou reformar a cozinha. Por seu design bonito, seu pequeno tamanho, as tendências da cozinha gourmet e da cozinha aberta para a área social da casa, a flexibilidade dos móveis planejados, tem todo o sentido desejá-los.

construindominhacasaclean-_dsc6277

O cooktop é encaixado em bancada ou nicho (ou apoiado sobre um móvel, no caso de alguns modelos) e o forno, separado e embutido, pode ficar mais alto, com melhor acesso do que abaixo das bocas do fogão. A instalação do cooktop e forno acaba ficando mais complexa que a de um fogão normal, é claro. E devo enfatizar para vocês: É extremamente importante que a instalação seja o mais perfeita possível, sempre seguindo as recomendações do fabricante.Siga também as recomendações de uso. Problemas sérios e perigosos podem surgir se isso não for feito corretamente.

contemporist_5

Mas qual escolher?

De acordo com a sua necessidade e rotina de uso, você encontra cooktops com 1, 2, 4, 5 ou 6 bocas.

Existem 3 tecnologias de funcionamento dos cooktops:

cooktop-5-bocas-fischer-1642a-gas-011120300

Cooktop à gás: Tem a mesma forma de funcionar do fogão tradicional. È  o modelo mais barato e usa a mesma entrada de gás (encanado ou botijão) do fogão comum, que deve estar próxima dele. Ele aceita qualquer tipo de panela e para quem gosta de usar o que já conhece e está acostumado e quer gastar menos. é a escolha.  Você pode até usar a mesma saída de gás, acrescentando um acessório com 2 mangueiras (uma para o cook e outra para o forno). As desvantagens são que não tem aquele design esperto dos outros 2 abaixo e não traz qualquer vantagem em relação à facilidade de limpeza.

big94749220pdm001b

Cooktop elétricos: Há 2 tipos: O por indução (sobre o qual vou falar a seguir) e o chamado elétrico simplesmente. Ele usa energia elétrica (sem luz, não funciona, claro! Mas não precisa de instalação de gás) , o design é mais leve e moderno, a base é de vidro, as bocas não tem fogo, nem grades, nem queimadores, só ficam aquecidas – como uma resistência de chuveiro elétrico –  e aquecem as panelas através do contato com elas. Não coloque a mão quando estiverem quentes (as bocas ficam avermelhadas e demoram para esfriar, por isso mesmo a comida, mesmo após desligar, vai continuar “cozinhando” e o melhor é retirá-la da boca).

Só funciona bem com alguns tipos de panela (veja o manual do fabricante para ter certeza quais são). Gasta mais energia que os outros tipos de cooktop, mas esquenta mais rápido que o à gás. É mais fácil de limpar que os à gás e dissipam calor, quer dizer, tudo em volta fica quente, como no fogão ou cook à gás.É elétrico, logo tem risco de choques se instalado ou usado incorretamente.

Enfim: Vc deixa de gastar gás e vai gastar luz, vai gastar menos tempo para cozinhar e limpar, precisa de um tempo de adaptação e de instalação específica, pode perder algumas panelas e vai ter um item com design muito bonito na sua cozinha.

big94746220pdm001b

Cooktops por indução: A tecnologia mais nova e mais cara. Também usa energia elétrica, que passa por uma bobina de cobre com ímãs na parte traseira. Isso gera um campo eletromagnético e quando uma panela está neste campo magnético (na base do cooktop – o vidrocerâmico),  suas moléculas reagem e começam a se mover muito rápido, o que cria fricção, que gera o calor na panela e aquece os alimentos.

ATENÇÃO: Muitos dos manuais de cooktops por indução que li apresentam um texto similar ao seguinte:  “Pessoas que utilizam marca-passo ou equipamentos médicos similares devem ter cuidado ao usar ou quando estão próximas a um aparelho por indução enquanto este estiver em funcionamento, pois o campo eletromagnético pode afetar o funcionamento do marca-passo ou outros equipamentos médicos. Recomendamos que o seu médico ou o fabricante do equipamento médico seja consultado sobre o assunto.”

É um perigo que tal informação não seja absurdamente divulgada. Portanto, pessoal que usa ou tem familiares que usam marca passo, tenham muito cuidado! Leiam o manual e consultem seus cardiologistas se for o caso.

Há modelos de embutir e de mesa. Os de mesa não precisam ser instalados, só apoiados em um móvel plano. É o que tem mais restrições em relação às panelas que podem ser usadas. a) Elas devem ser de  ferro fundido ou aço inox multicamadas .. as de alumínio, vidro e barro não funcionam; b) Não podem ser maiores que a área demarcada para elas no vidrocerâmico. c) Alguns modelos tem restrições em relação ao uso de panelas de pressão.d) O fundo da panela deve ser plano.

383187_7gg

É o tipo mais seguro para evitar incêndios e queimaduras porque  nada esquenta a não ser a panela e se a panela não estiver sobre a base ele não funciona. Também não há quase riscos de choques elétricos. Ligado, o cooktop por indução não fica vermelho e quente como o elétrico. É fácil perceber a diferença. Ele gasta uns 40% menos energia que o outro tipo de cooktop elétrico.

É um aparelho de alta potência, por isso a sua fiação é especial. Novamente: Seguir o manual é essencial para saber como instalar corretamente, a que distância deve ficar de outros aparelhos, etc.Sugiro até que você leia o manual antes de comprar para se planejar antecipadamente. Sendo de alta potência, consome muita energia – quase como um chuveiro elétrico. O bom é que ele cozinha muito mais rápido que um fogão à gás comum (por ex.: 2 minutos para ferver um litro de água, enquanto o à gás leva o dobro do tempo) e menos também que o elétrico.

Enfim: Você vai ter o que há de mais avançado em tecnologia, um design lindo, rapidez na preparação da comida e facilidade na limpeza, deixar de gastar gás e gastar luz, maior segurança – principalmente com crianças em casa, flexibilidade no uso (no caso do modelo de mesa), vai precisar de um tempo de adaptação e de instalação específica e deve perder algumas panelas.

Ah, surgiram no mercado cooktops que tem mais que uma destas tecnologias.

fogaoembutirtopaceso

(3 bocas à gás e 2 elétricas)

E não vá comprando o primeiro cooktop que encontrar por aí! Além de entender suas particularidades, é imprescindível comparar os preços das lojas. Faça isso rapidinho acessando o Encontre Barato , um site comparador de preços fácil de usar e que vai lhe levar para a melhor oferta em um click!

Aguarde que daqui a pouco vou falar mais sobre as panelas, a instalação , as bancadas e a limpeza dos cooktops

Posts relacionados

Comentários:

Marlene Piton · 03 de outubro de 2016 às 16:34

Estava procurando sobre cooktop pois estou finalizando minha casa e com as dicas daqui ficou bem mais fácil a minha aquisição que serão 2 cooktop. Obrigada de coração.

Aline Siqueira · 03 de outubro de 2016 às 18:43

Ótimas informações!
A Tramontina possui um cooktop com 3 áreas de coocção. O elétrico convencional é chamado no mercado de ‘elétrico vitroceramico’.

Rosana Silva · 03 de outubro de 2016 às 12:21

Oi, Aline! Obrigada pelas informações. Evitei chamar de vidrocerâmico pq, pelo que entendi, os demais tbém podem usar o mesmo material, estou correta ?
Um beijo
ROsana

Aelba · 03 de outubro de 2016 às 23:59

Excelente explanação do cooktop. Nenhum lugar vi tanta eficiência em informar sobre o assunto. Tenho o cooktop Vitrocerâmico, e é isso mesmo.
Acrescento que no meu caso, até o momento não estou feliz com uso de inox, pois no meu costumam soltar fagulhas ou resíduos do material que compõe a panela , o que me obriga pesar na limpeza da superfície do fogão até agora ninguém resolveu. Mas apesar disso, gosto muito do meu cooktop.
Aelba
Brasília

Rosana Silva · 03 de outubro de 2016 às 20:51

Oi, Aelba!
Obrigada pelo comentário q só acrescenta ao conteúdo.
bjo
Rosana

Carmen Lucia de Campos · 03 de outubro de 2016 às 10:08

já tem um tempo que namoro um desses, logo logo se Deus quiser consigo realizar meu sonho

Andréa · 03 de outubro de 2016 às 22:56

Obrigada pelas informações sobre

Nome · 03 de outubro de 2016 às 12:03

Boa Tarde! Quero saber se o cooktop de 4 bocas a gáz é econômico como os fogões antigos? quero mudar mas tenho um pouco de medo ,quanto a econômia…

Rosana Silva · 03 de outubro de 2016 às 23:20

Oi, Marilene!
Os cooktops a gás teoricamente gastam o mesmo que o fogão convencional.
bjo
Ro

Ana…. · 03 de outubro de 2016 às 08:25

Moro na Alemanha e uso o Cooktop por indução que é maravilhoso. 98% dos alemães usam Cooktop.

Rosana Silva · 03 de outubro de 2016 às 19:12

Que bom, Ana! Realmente, estamos à anos luz da Alemanha!
bjo
ROsana

Deixe o seu comentário!